SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

ONDE ESTÃO OS RECEPTADORES?


ZERO HORA 18/01/2013


SUA SEGURANÇA | Humberto Trezzi

Onde estão os receptadores?

A mercadoria da moda no submundo é a joia. Povos perseguidos são tradicionais mercadores de ouro e pedras preciosas, porque elas podem viajar com o dono e têm liquidez certa. Superam sem traumas as desvalorizações e os maus humores do mercado das cédulas. Ladrões sabem disso.

A questão é que o Estado nunca viu tantos roubos desse tipo de mercadoria. Um terço dos 150 assaltos a joalherias em território gaúcho nos últimos cinco anos aconteceu em 2012. O ano passado terminou com o ataque de um bando de assaltantes em uniformes militares e com armas de alto calibre a uma fábrica de...adivinhe? Joias. Em Cotiporã, na Serra, onde três bandidos perderam a vida e dois PMs ficaram feridos num confronto pós-roubo. Como se vê, é um mercado aquecido. A explicação pode estar no fato de locais de comércio ou fabricação de joias serem menos guarnecidos.

Os policiais até que têm prendido ladrões. Falta chegar aos grandes receptadores. Uma boa investigação incluiria lojistas, vendedores ambulantes e contrabandistas, comuns na fronteira. Só assim para estancar essa onda delituosa.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - As nossas leis são inoperantes para alcançar os receptadores e por este motivo eles ficam impunes agindo e aliciando bandidos.
Postar um comentário