SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 12 de março de 2013

2013 JÁ REGISTRA 200 MORTES NA ÁREA METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE


ZERO HORA 12 de março de 2013 | N° 17369

BALEADA NO PEITO

Jovem é morta em tentativa de assalto

Uma jovem foi morta em uma tentativa de assalto no bairro Partenon, ontem à noite, em Porto Alegre. Ela estava acompanhada do namorado, que acabou baleado no braço. Um grupo de seis criminosos teria realizado o ataque.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), Bruno Crixel Zimpel, 27 anos, estava em um Renault Megane com a namorada, Lauane Custódio Lucas, 23 anos, na Rua São Luis, altura do número 1.109.

Segundo o relato de testemunhas à Brigada Militar (BM), eles teriam sido abordados por um grupo de seis criminosos, que trafegavam em um táxi Fiat Siena, placas IQD 4520. Durante o ataque, Bruno foi atingido por um disparo no ombro esquerdo, e Lauane foi baleada no peito. Os criminosos fugiram em seguida pela Rua Luis de Camões, sem levar o carro do casal.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi até o local e tentou reaminar a moça, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital de Pronto Socorro, onde Bruno também foi socorrido.

Cerca de 20 minutos após o assalto, uma moradora da Rua Marques de Abrantes telefonou para a BM avisando que um grupo em táxi teria atirado uma arma para dentro do pátio da residência dela. Uma equipe de PMs foi ao local e encontrou uma pistola .40, que foi recolhida para perícia.

O caso foi registrado na 11ª Delegacia de Polícia da Capital.


CRIMES NO VERÃO. Região Metropolitana registra 200 mortes. Em 2012, o mesmo número de homicídios foi alcançado em 5 de março

EDUARDO TORRES

Foi entre lágrimas que Maria da Glória Ferreira, 52 anos, falou sobre o bairro Harmonia, em Canoas, onde mora há oito meses com a família, vinda do bairro Rio Branco. Estava inconformada com o assassinato a tiros do filho, João Luis Ferreira, 22 anos, no domingo. Foi o homicídio número 200 na Região Metropolitana, desde janeiro, segundo levantamento do Diário Gaúcho.

– Vamos continuar enterrando nossos filhos – lamentou Maria.

A assassinato 200 de 2013 veio um pouco depois do de 2012, na triste comparação com o ano passado – quando a marca foi atingida em 5 de março. À época, a média de homicídios por dia na Região Metropolitana também era superior à atual: 3,11, contra 2,89.

Mesmo sendo o município que mais recebeu investimentos em segurança pública desde o ano passado, Canoas registrou 24 mortes – média de uma a cada três dias.

Comparado com o mesmo período do ano passado (16 casos), houve aumento de 50%. A cidade só é superada por Porto Alegre.

Às 19h de domingo, os criminosos ignoraram o discurso de que a região entre o Harmonia e Mathias Velho está entre as prioritárias no policiamento. Em uma lancheria, pelo menos 15 clientes se acumulavam entre o balcão e a calçada. Entre eles, Ferreira.

– Eu estava no balcão e ouvi os estouros. Cheguei a pensar que era foguete, porque tinha acabado há pouco tempo o jogo do Inter. Quando vi, o guri estava caído na calçada – diz o dono do bar, Valter Queiroz, 81 anos.

Pelo menos dois homens teriam se aproximado em baixa velocidade e, sem descer do Chevette cinza, um deles apontou a arma para Ferreira, que estava na calçada. Disparou vários tiros, e pelo menos dois o atingiram. A área ao lado da fachada do bar ficou com as marcas do crime. Ontem, Valter ainda se impressionava com os quatro tiros que atingiram as paredes.


Números trágicos

- Até agora, a média diária de homicídios nas 19 principais cidades da Região Metropolitana e Vale do Sinos é de 2,89

- É o mesmo índice de 6 de fevereiro, quando a contagem do Diário Gaúcho chegou a cem homicídios.

- A marca de 200 assassinatos, no ano passado, foi alcançada dia 5 de março. Naquela ocasião, a média de homicídios por dia era de 3,11

RANKING DOS ASSASSINATOS

- Porto Alegre – 88
- Canoas – 24
- Gravataí – 16
- Viamão – 16
- Novo Hamburgo – 12
Fonte: Fonte: Diário Gaúcho.

Postar um comentário