SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 15 de março de 2013

BLITZ LIVRA JOVEM REFÉM DE BANDIDOS



ZERO HORA 15 de março de 2013 | N° 17372

CRIME ABORTADO

Dupla mantinha a vítima refém em carro quando foi abordada em barreira em Novo Hamburgo



Uma blitz policial salvou a vítima de um sequestro relâmpago, na madrugada de ontem, em Novo Hamburgo. Sequestrada horas antes, uma operadora de caixa de 18 anos foi libertada depois de perseguição que teve início em uma rodovia federal.

Roubado na quarta-feira em Ivoti, o Gol em que estavam a refém e os dois bandidos foi abordado no km 236 da BR-116, durante operação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Brigada Militar e da Guarda Municipal de Novo Hamburgo. Os bandidos fugiram e foram perseguidos. Eles abandonaram o automóvel e correram a pé, deixando a jovem para trás. Carlos Rafael Knuppe, 41 anos, foi preso em flagrante. O comparsa conseguiu escapar.

Por volta de 3h, o Gol levantou suspeitas dos policiais que participavam da barreira na rodovia.

– Vi o carro e mandei parar. O motorista diminuiu a velocidade como se fosse parar, mas logo arrancou – afirmou o chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da 1ª Delegacia da PRF, João Francisco Oliveira.

A jovem sequestrada, que pediu para não ser identificada, disse que saiu do trabalho pouco antes das 23h e passou na casa de uma amiga. Ela voltava para casa quando foi surpreendida pelos dois homens no bairro Santo Afonso. Eles teriam dado voltas de carro antes de serem interceptados na blitz. A dupla dizia que a levaria para um cativeiro.

– Quando eles pararam, eu decidi tentar abrir a porta, mas o mais novo, que estava ao meu lado no banco de trás, me deu um soco, me empurrou com força e pulou por cima de mim. Ele escapou por um beco, e eu corri para o lado dos policiais – relatou.

A jovem foi levada para uma delegacia, de onde ligou para a avó buscá-la.

HOMERO PIVOTTO JR. | ESPECIAL



ENTREVISTA - “Eles só davam risada”

Vítima de sequestro relâmpago



A jovem de 18 anos recebeu a reportagem de ZH na casa onde mora com a família, em Novo Hamburgo. Sob o olhares assustados da avó e outros familiares, a operadora de caixa lembrou os momentos de pânico em foi ameaçada pelos bandidos:

Zero Hora – Como foi o ataque?

Vítima – Eles pararam o carro e me puxaram para dentro. Falaram para eu não gritar, que iriam me levar para o tal do cativeiro.

ZH – Eles estavam armados?

Vítima – Em momento algum mostraram arma, só ameaçavam. Eu perguntava por que estavam me levando, e eles só davam risada.

ZH – Qual a reação dos bandidos quando perceberam a blitz de trânsito na rodovia?

Vítima – O motorista disse: “Olha a polícia, onde eu vou largar a arma?” Porém, não vi a arma em nenhum momento. O rapaz que ficou atrás comigo me abraçou para parecer que era meu namorado na hora em que polícia mandou parar.

ZH – O que você pensou em fazer, caso não fosse libertada pela polícia?

Vítima – Eu queria abrir a porta e pular, mas um deles tentou me dar um soco e disse: “Não viaja!” Eu desviei, mas pegou do lado do meu rosto. Eu pensei que ia morrer.

ZH – E depois do susto, o que você pensou?

Vítima – Fiquei ressabiada, não achei que aconteceria comigo.


ANTERIOR
LISTA
Postar um comentário