SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 29 de março de 2013

MISTÉRIO NA FRONTEIRA

ZERO HORA 29 de março de 2013 | N° 17386

Polícia busca conexões na morte de três taxistas

Com marcas de tiros na cabeça, os corpos foram encontrados pela manhã em Livramento e Rivera



Duas cidades da fronteira do Brasil e do Uruguai amanheceram ontem sob o impacto de uma coincidência macabra. Três taxistas de Santana do Livramento e de Rivera foram encontrados mortos. Apesar de indícios de execução, o caso ainda é um mistério porque não há outras características que unam as vítimas além da profissão. A possibilidade de latrocínio é investigada pela Polícia Civil.

Helio Beltrão do Espírito Santo Pinto, 45 anos, Márcio Fabiano Magalhães Oliveira, 33 anos, e Enio Rolim Lecina, 55 anos, saíram para trabalhar entre o final da noite de quarta-feira e a madrugada de quinta e não retornaram para casa. O mistério que envolve as três mortes está relacionado às circunstâncias dos crimes (todas as vítimas apresentavam pelo menos duas marcas de tiros na cabeça) e à falta de conexão entre os taxistas: eles trabalhavam em diferentes empresas e não teriam contato entre si.

Os corpos foram encontrados em áreas residenciais. Os táxis também foram localizados, mas em pontos distantes de onde estavam as vítimas.

– Em um dos automóveis havia pouco sangue, o que pode indicar que o assassinato não foi cometido dentro do carro – afirma o delegado Eduardo Sant’Anna Finn.

A polícia tenta esclarecer se os taxistas foram alvo de um acerto de contas ou se houve coincidência de três mortes em uma mesma noite. Um das vítimas era ex-policial militar. Pinto foi expulso da Brigada Militar por corrupção. Os outros dois taxistas não tinham passagem pela polícia. Dono do veículo usado pelo ex-PM, Delco Soarez afirma que ele não teve problemas em seis meses de atividade:

– Ele cumpria horário, nunca recebi reclamação. Nunca falou de ameaças.

Mas o pai acredita que o filho pode ter sido vítima de emboscada:

– Teve gente que armou para ele antes. Devem ser os mesmos sujeitos – diz Beltrão Ferreira Pinto.

JÚLIA OTERO | SANTANA DO LIVRAMENTO
Postar um comentário