SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 28 de março de 2013

TRÊS TAXISTAS SÃO ASSASSINADOS EM LIVRAMENTO

ZERO HORA ONLINE 28/03/2013 | 13h37

Três taxistas são assassinados em Santana do Livramento. Um dos corpos foi encontrado no Uruguai. Os três motoristas foram mortos com tiros na cabeça



Polícia Civil investiga ligação entre os casosFoto: Daniel Badra / Especial

Fernanda da Costa

Dois taxistas foram encontrados mortos na manhã desta quinta-feira em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste. Horas depois, o corpo de outro motorista foi localizado em Rivera, no Uruguai, segundo a Brigada Militar. Uma das vítimas era policial militar.

Os veículos usados pelos três taxistas estavam em locais diferentes dos corpos. O motorista Hélio Beltrão do Espírito Santo foi encontrado morto por volta das 7h, no bairro Planalto. Já o carro que ele usava para trabalhar, um Uno, foi encontrado no Uruguai.

Uma hora depois, outro taxista foi encontrado morto, no bairro Armour. Segundo a Polícia Civil, o veículo dele, um Gol, foi localizado em outro ponto do mesmo bairro.

Há pouco, o corpo de mais um taxista foi localizado, em Rivera, no Uruguai. O Elba usado pelo motorista foi encontrado em Santana do Livramento, no bairro Armour. A polícia ainda não confirmou a identidade das duas vítimas.

Os três motoristas foram mortos com tiros na cabeça, conforme a Polícia Civil. O delegado Eduardo Sant'Anna Finn afirma que a ligação entre os casos será investigada:

— Vamos trabalhar com as hipóteses de latrocínio e execução. Os autores podem ser os mesmos.

Segundo ele, os três crimes ocorreram durante a madrugada e os taxistas não trabalhavam no mesmo ponto.



A PLATEIA


Amanhecer violento


Dois taxistas foram encontrados mortos no amanhecer da Quinta-feira Santa. Um dos corpos foi localizado na via de acesso ao residencial Veneza, nas imediações do Lago Batuva, com pelo menos um tiro na cabeça. Outro, em situação semelhante, foi localizado nas imediações do CTG Rincão da Carolina, um outro cadáver, em situação semelhante. Efetivos da Brigada Militar, Polícia Civil (Equipe de Investigação) e IGP – Instituto Geral de Perícias foram até os dois locais. Mais tarde foram identificados os taxistas Helio Beltrão, que conduzia um veículo Fiat prefixo 075 e Márcio Magalhães, que dirigia um Gol prefixo 102. Beltrão foi encontrado nas proximidades do Batuva e Magalhães na região do Armour.

Um outro cadáver – que ainda não havia sido identificado -, encontrado por volta das 9h, no bairro Bisio, em Rivera, suscitava a possibilidade de um outro crime. A suposição parte da associação com um Fiat Elba foi encontrado na região do Viaduto do Armour, abandonado.

Até às 10h02 as forças policiais continuavam mobilizadas no sentido de colher mais detalhes sobre os crimes.

Mais um taxista morto em Rivera

Identificado como Tito Lencina, taxista do veículo prefixo 153, da Rodoviária de Livramento, o taxista encontrado morto no bairro Bísio em Rivera. As investigações da Polícia Civil continuam e agora, em combinação com a Polícia riverense. Oficialmente não há ainda ligação entre os três casos, mas é possível, pela lógica estabelecer que exista alguma circunstância, pois são três taxistas, assassinados em lapsos de tempo a partir da 1h da madrugada de Quinta-feira Santa. Não há suspeita de autoria, ainda.
Postar um comentário