SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

ADOLESCENTE MORRE BALEADO NA CABEÇA

ZERO HORA - 08 de abril de 2013 | N° 17396

SANTA ROSA. Adolescente de 13 anos é baleado na cabeça

Um adolescente de 13 anos foi morto com um tiro na cabeça na noite de sábado, em Santa Rosa, no noroeste do Estado. Segundo a Polícia Civil, o autor do disparo seria um amigo da vítima, um adolescente de 15 anos.

Os meninos brincavam na casa do suspeito, no bairro Cruzeiro, quando o fato aconteceu. Um terceiro adolescente, também de 13 anos, estava junto no local.

Segundo o delegado Ubirajara Daniel Diehl Júnior, os três garotos começariam a jogar videogame quando o adolescente resolveu mostrar a arma do pai aos amigos e acabou atirando na vítima, Valmir Estevão Júnior.

– O que levantamos até agora é que ele carregou a arma e acabou efetuando os disparos. O relato do adolescente que testemunhou o ocorrido aponta para um disparo acidental, mas ainda não podemos afirmar o que de fato ocorreu – salienta o delegado.

Segundo a ocorrência policial, depois de ferido, o adolescente foi colocado na calçada, em frente à casa. Os vizinhos ainda tentaram socorrer o garoto, e o levaram ao Pronto-Socorro do Hospital de Caridade, mas ele não resistiu ao ferimento.

De acordo com os vizinhos, o pai do adolescente que efetuou o disparo foi quem colocou o corpo de Valmir na calçada. Pai e filho estão foragidos mas, por telefone, informaram à polícia que vão se apresentar na delegacia na manhã de hoje.

– Vamos investigar também a conduta do pai, por omissão de socorro, posse ilegal de arma de fogo e omissão de cautela – adianta o delegado.

O pedreiro João Luis Severo, 23 anos, padrasto da vítima, conta que o adolescente morava com a avó. Ele afirma que Valmir era torcedor do Grêmio, gostava de andar de bicicleta e de jogos de videogame.

– Ele era um guri muito ativo, não reclamava de nada – diz o padrasto.

O corpo de Valmir foi enterrado no final da tarde de ontem, no Cemitério Municipal de Cruz Alta.


08/04/2013 | 20h01

Acompanhado do pai, adolescente suspeito de atirar e matar amigo em Santa Rosa se apresenta à polícia. Em depoimento, garoto alegou que o disparo ocorrido no bairro Cruzeiro teria sido acidental

Fernando Goettems

O pai e o adolescente de 15 anos suspeito de efetuar o disparo que matou Valmir Estevão Júnior, 13 anos, em Santa Rosa, no noroeste do Estado, se apresentaram a Polícia Civil no final da tarde desta segunda-feira. Os dois haviam fugido do local, segundo a polícia. Em depoimento, o garoto alegou que o disparo foi acidental.

— O pai assumiu que a arma é dele e que fugiram do local temendo represálias da vizinhança, que estava revoltada — observa o delegado de polícia Vilmar Alaídes Schaefer, que está conduzindo as investigações do caso.

Segundo o delegado, o pai do adolescente disse, em depoimento, que o corpo de Júnior foi colocado na calçada para ser levado até o pronto-socorro e que ele teria tido ajuda de um tio da vítima, que é vizinho e ouviu o disparo da arma de fogo.

De acordo com Schaefer, as provas e depoimentos do inquérito sobre a conduta do adolescente já foram coletadas. O relatório final deverá ser entregue ao Ministério Público até a próxima quarta-feira. Agora, as investigações da polícia se voltam para a conduta do pai, por posse de arma ilegal, omissão de socorro e omissão de cautela.

O delegado Schaefer informou ainda, que, enquanto não for concluído o inquérito, a polícia não vai revelar o nome do pai do adolescente, por temer que ele sofra represálias.

Conforme a polícia, a vítima e outros dois amigos jogavam videogame, no bairro Cruzeiro, quando um deles resolveu mostrar a arma do pai aos amigos e acabou atirando na cabeça de Valmir Estevão Júnior.

Segundo a ocorrência policial, depois que foi ferido, o adolescente foi colocado na calçada, em frente a casa. Os vizinhos ainda tentaram socorrer o garoto, e o levaram ao pronto-socorro do Hospital de Caridade, mas ele não resistiu e morreu.

O corpo de Valmir Estevão Júnior, 13 anos, foi enterrado no final da tarde de domingo, no Cemitério Municipal de Santa Rosa.




PORTO ALEGRE - Posto sofre assalto no Menino Deus

Um posto de combustíveis localizado na esquina das avenidas Getúlio Vargas e José de Alencar, na Capital, foi assaltado por volta das 4h30min de ontem. Dois homens entraram no local, anunciaram o assalto e fugiram com R$ 150, de acordo com o funcionário da loja de conveniência do posto.

A polícia já pediu as imagens das câmeras de segurança. O mesmo estabelecimento foi atacado na madrugada de 27 de março, quando criminosos em um Corsa Sean levaram R$ 400.

Postar um comentário