SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

JOVEM É MORTO EM SAÍDA DE FESTA

ZERO HORA 19 de abril de 2013 | N° 17407

CRIME EM PELOTAS. Rodrigo da Silva Xavier, 24 anos, comia um lanche quando foi alvejado


Um jovem que estava no lugar errado e na hora errada. Essa é principal hipótese da polícia para a morte de Rodrigo da Silva Xavier, 24 anos, que foi baleado na madrugada de quarta-feira. “Xico”, como era conhecido por amigos, tinha saído de uma festa de classe média alta no centro de Pelotas, foi comer um cachorro quente na rua com um amigo e quando se dirigia para seu carro, foi alvejado. O caso repercutiu nas redes sociais, que alertavam para violência na cidade e chamavam para o enterro do jovem, previsto para às 9h30min de hoje no Cemitério São Francisco de Paula.

Momentos antes de ser atingido, na esquina das ruas General Teles com Félix da Cunha, ocorreu uma briga entre 11pessoas. Dez estariam contra um. A polícia ainda não sabe se Xico teria sido confundido com o agredido. Mas acredita que ele não estava envolvido na confusão.

– É provável que as pessoas que estavam brigando possam ter sido as autoras dos disparos, pois logo depois da briga, foram ouvidos disparos, que atingiram a vítima. Temos informação de que teriam dois carros envolvidos, um Cobalt branco e um Polo prata – diz o titular da Delegacia de Homicídios, Félix Fernando Rafanhim.

Rodrigo foi levado para o Pronto Socorro por volta das 4h30min, mas não resistiu e morreu às 10h30min de ontem. Próximo ao local onde foi atingido, a Brigada Militar encontrou um cartucho de calibre .40, usado pela polícia.

– Não podemos descartar nada: o tiro pode ter vindo de um policial ou de uma arma do mercado ilegal – diz Rafanhim.

A possibilidade de que tenha sido um policial assustou os amigos que preferiram não se identificar.

JÚLIA OTERO
Postar um comentário