SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

domingo, 21 de abril de 2013

TERRORISMO: AMEAÇA DE BOMBA EM BOATE DO RS


CORREIO DO POVO ONLINE 21/04/2013 08:54

Homem ameaça explodir boate e é preso com explosivo no Vale do Sinos. Susto ocorreu no município de Nova Hartz


Um homem de 29 anos foi preso com material explosivo na madrugada deste domingo em Nova Hartz, município do Vale do Rio do Sinos. Conforme a Brigada Militar (BM), ele tentou se desfazer do cartucho de emulsão jogando-o em frente a uma agência do Banrisul, no Centro, mas acabou sendo capturado logo depois do descarte. Testemunhas disseram à corporação que o suspeito havia prometido acionar o explosivo dentro de uma boate da cidade.

De acordo com a polícia, o homem, que não teve o nome revelado, se envolveu em um briga dentro da Paiol Danceteria, também no Centro de Nova Hartz. Ao sair, prometeu voltar e explodir o estabelecimento. A entrada dele foi impedida por um segurança, que acabou ferido a faca. Frequentadores da casa noturna comunicaram o caso aos policiais militares.

O Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate), de Porto Alegre, foi acionado e fez a retirada do explosivo para o descarte adequado. A emulsão não se aciona com o simples manuseio, pois necessita estar conectada a um detonador. A polícia não soube informar onde o preso conseguiu o cartucho. Ele foi autuado por tentativa de homicídio do segurança.

Fonte: Samuel Vettori / Rádio Guaíba

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - O Brasil precisa de uma lei rigorosa que penalize o porte ilegal e o  uso de artefatos explosivos como ato terrorista. Nos dias de hoje, os governantes precisam se antecipar para garantir a segurança do povo contra o terrorismo que seguidamente abala o mundo.


Postar um comentário