SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

CRUELDADE: MOTORISTA É QUEIMADO POR BANDIDOS POR NÃO PORTAR DINHEIRO

G1 09/06/2013 07h31

Motorista foi queimado por bandidos porque só tinha R$ 100, diz polícia. Analista financeiro teve queimaduras e está internado em UTI em SP. Veículo da vítima também foi incendido por assaltantes na Zona Sul.

Do G1 São Paulo





A Polícia Civil de São Paulo informou que os assaltantes que queimaram o motorista e seu carro, entre a noite de sexta-feira (7) e a madrugada deste sábado (8), atearam fogo nos dois porque a vítima só tinha R$ 100. O analista financeiro de 50 anos de idade teve queimaduras em parte do corpo e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital no Morumbi, na Zona Sul. O veículo incendiado, um Mitsubishi Pajero, foi encontrado destruído. As informações são do SPTV.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi, os criminosos acharam pouco o dinheiro que a vítima tinha, se irritaram com ela e, por esse motivo, decidiram queimá-la juntamente com seu automóvel. Os assaltantes fugiram após o crime e são procurados.

Segundo a polícia, o analista foi abordado por dois criminosos, por volta das 21h30 de sexta, quando desceu de seu carro para sacar dinheiro numa agência bancária na Avenida Luiz Carlos Berrini. Os bandidos mandaram a vítima voltar para o veículo e um deles assumiu a direção. O outro sentou no banco de trás com o analista. Não há informações se os agressores estavam armados.

Como os criminosos queriam mais dinheiro da vítima, começaram a se irritar e passaram a jogar um líquido inflamável no analista. Depois ficaram com um isqueiro ameaçando atear fogo no analista, até que o incendiaram.

Em pânico, e com o corpo em chamas, o analista abriu a porta e se atirou do carro perto do acesso à ponte do Morumbi. Um taxista que passava pelo local socorreu a vítima e a levou até o hospital.

O analista sofreu queimaduras no rosto, no pescoço e nos braços e está internado no Hospital São Luiz. A assessoria de imprensa do hospital informou que a família da vítima não autorizou os médicos a divulgarem informações sobre o estado de saúde dela.

O automóvel da vítima foi encontrado queimado e abandonado numa rua do Morumbi, perto da comunidade do Real Parque. O caso foi registrado como roubo, incêndio e extorsão.

Em menos de dois meses, este é o segundo caso de vítima de assalto incendiada por criminosos na Grande São Paulo.

Em abril, uma dentista morreu queimada depois que assaltantes invadiram o consultório dela em São Bernardo do Campo, no ABC. Eles atearam fogo na dentista porque a vítima tinha pouco dinheiro na conta.
Postar um comentário