SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

EXECUÇÕES NO PRADINHO

ZERO HORA 31 de julho de 2013 | N° 17508

Polícia investiga duplo homicídio em Alvorada


A Polícia Civil acredita que os dois homens executados a tiros na tarde de ontem no Pradinho, bairro Umbu, em Alvorada, não sejam moradores da região. Não apenas pela falta de identificação da dupla, que não tinha documentos e nem foi reconhecida pelos moradores das cercanias, mas também pelo modo como o crime foi cometido.

Por volta das 15h, um carro escuro, quatro portas, foi visto nas ruas do loteamento, que está abandonado. Em uma das ruas, o carro parou. Do veículo, desembarcaram os dois homens. Em seguida, foram ouvidos os disparos. Logo depois, o som do carro saindo do local.

Cada uma das vítimas foi atingida por quatro tiros, principalmente na cabeça, barriga e costas, o que pode indicar que foram pegos de surpresa pelos disparos logo após saírem do carro.

Mas chamou a atenção dos policiais o fato de apenas um projétil ter sido encontrado na cena do crime, junto aos corpos. Os agentes desconfiam de que os outros sete cartuchos tenham sido recolhidos pelos executores antes de deixarem a cena do crime.

Até a noite de ontem, os policiais da 1ª Delegacia da Polícia Civil de Alvorada ainda não tinham pistas da identificação das duas vítimas.

CAROLINA ROCHA


JOVENS E PERIGOSOS

Presos suspeitos de roubos a postos


O baile funk em uma casa do bairro Santa Teresa, na Capital, no dia 10 de abril, estava animado, mas havia um problema. A bebida acabara. Para não perder a festa, pelo menos cinco jovens atacaram a loja de conveniências do posto de combustíveis na esquina da Avenida Getúlio Vargas com a Rua José de Alencar, no bairro Menino Deus. Ontem, dois jovens, de 18 e 19 anos, foram presos. Outros três adolescentes que teriam participado de quatro roubos já foram identificados pela polícia.
Postar um comentário