SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

POLÍCIA MOBILIZADA POR MELHORES SALÁRIOS

ZERO HORA ONLINE - 05/07/2013 | 13h44

Polícia mobilizada

Servidores da Brigada Militar protestam por melhores salários no centro de Porto Alegre. Manifestantes pretendem marchar até o Palácio Piratini para entregar reivindicações ao governador Tarso Genro



Manifestação pacífica reuniu centenas de pessoas na Praça Brigadeiro Sampaio
Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS


Por volta das 13h desta sexta-feira, servidores com formação em nível médio da Brigada Militar começaram a se reunir na Praça Brigadeiro Sampaio, no centro de Porto Alegre. O protesto tem como foco a política salarial da categoria.

Centenas de pessoas, dentre soldados, sargentos e tenentes, participam da manifestação, que conta com a presença de caravanas do Interior, como Santa Maria e Passo Fundo. A mobilização pretende seguir até a frente do Palácio Piratini e solicitar a presença do governador Tarso Genro para apresentar as reivindicações.

O trajeto deve bloquear ruas da área central, como a Siqueira Campos. Agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) acompanham o protesto.

O presidente da Associação Beneficente Antonio Mendes Filho (Abamf), Leonel Lucas, diz que o protesto já está marcado há dois meses e busca índices maiores para os aumentos salariais. Eles pedem também que a verticalidade — aumento para coronéis reflita em todos os níveis — ocorra até 2018, e não 2014, como propõe o governo.
Postar um comentário