SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

ASSALTO A MERCADO, TIROTEIO E MORTE DE BANDIDO

ZERO HORA 13 de agosto de 2013 | N° 17521

PM à paisana mata homem em tiroteio


Um suspeito de assalto foi morto e um policial militar ficou ferido em tiroteio ontem em Pelotas, no sul do Estado. Segundo a Polícia Civil, o confronto aconteceu durante assalto ao Paraíso Supermercados, no centro da cidade.

Por volta das 9h20min, dois homens chegaram em uma moto vermelha e pelo menos outros dois desembarcaram de um gol prata na esquina das ruas Coronel Alberto Rosa e Dom Pedro II, onde fica o estabelecimento.

– Eles fecharam a rua com o Gol e invadiram (o estabelecimento) anunciando o assalto em uma entrada somente para funcionários – disse o gerente, Manuel Savedra.

Os ladrões visavam um malote de dinheiro, que seria despachado para o banco, cujo valor não foi informado pela gerência. Um policial militar à paisana, o soldado Marcos da Rosa, estava passando pelo local na hora e reagiu ao assalto.

– Eu só escutei um tiro, fechei tudo. Acho que tudo durou uns cinco minutos, mas parecia uma eternidade – contou um comerciante que tem loja próxima, mas prefere não se identificar por medo de represália dos bandidos.

Houve troca de tiros, e o policial acabou matando um dos suspeitos, identificado como José Fernando da Cunha Quintana, 28 anos

No confronto, o PM foi atingido na perna e no quadril e foi encaminhado para o Pronto Socorro da cidade. Na cena do crime, foram encontradas marcas de tiros de calibre 38, .380 e .40. Os ladrões fugiram com o malote. A polícia fez buscas na região, mas ninguém foi preso.

JÚLIA OTERO | PELOTAS

Postar um comentário