SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

CABEÇA DE MULHER NO CENTRO DE PORTO ALEGRE

DIÁRIO GAÚCHO 09/08/2013 | 12h56

Polícia investiga morte no Centro de Porto Alegre. Cabeça de mulher foi encontrada na Avenida Senador Salgado Filho


Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS


Lisiane Lisboa


A cabeça de uma mulher ainda não identificada foi encontrada na Avenida Senador Salgado Filho, 359, no Centro da Capital, pouco depois do meio-dia. A perícia já está no local, que permanece isolado.

O corpo está em um vão do prédio residencial onde a cabeça foi encontrada. Policiais investigam a possibilidade de suicídio ou homicídio e fazem buscas no local.

Segundo a delegada Daniela da Silva Duarte, da 2ª DHPP, ainda é cedo para afirmar qualquer tipo de hipótese.


zero hora 10 de agosto de 2013 | N° 17518

MISTÉRIO NO CENTRO. Polícia investiga queda de corpo na Capital

O corpo decapitado de uma mulher de aproximadamente 30 anos foi encontrado na Avenida Senador Salgado Filho, no centro de Porto Alegre, pouco depois do meio-dia de ontem. A vítima teria caído do 22º andar do prédio de número 359 da avenida, ao lado do viaduto Loureiro da Silva. O corpo bateu em uma laje do edifício, a cerca de 15 metros do chão. Com o impacto, a cabeça da vítima se desprendeu, sendo lançada no canteiro do viaduto.

Centenas de curiosos se aproximaram do local do ocorrido e a pista da direta da avenida teve de ser bloqueada para a realização do trabalho da perícia. Polícia Civil e Brigada Militar também acompanharam a operação.

De acordo com testemunhas, ela não seria moradora do prédio. A delegada adjunta Daniela da Silva Duarte trabalha com a hipótese de suicídio. O nome da mulher não foi divulgado pela polícia.
Postar um comentário