SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

MORTE DE TAXISTA INTRIGA A POLÍCIA

ZERO HORA 19 de agosto de 2013 | N° 17527

JOÃO VITOR NOVOA

CRIME EM VENÂNCIO. Delegado trabalha com a hipótese de latrocínio no caso de motorista assassinado no sábado, mas ainda não tem suspeitos


Um segundo caso envolvendo taxistas em menos de uma semana intriga a polícia de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo. Desde o dia 12, Luiz André da Silva Rocha, 53 anos, está desaparecido. No sábado, Paulo Roberto Lagemann, 55 anos, foi morto a facadas.

O automóvel de Rocha, um Spacefox, foi localizado queimado. Lagemann foi encontrado no banco de trás do Palio em que trabalhava com pelo menos cinco golpes de faca no rosto e no pescoço. A principal linha de investigação da polícia nesse caso é latrocínio (roubo com morte).

Entre idas e vindas – trabalhou como prensador na indústria fumageira –, Lagemann era taxista havia 10 anos. Desde que voltou a desempenhar a atividade, há aproximadamente um ano, atuava em três pontos. O sábado era o dia de jornada mais dura. Chegava às 7h na rodoviária de Venâncio Aires e só saía após as 23h, quando desembarcavam os últimos passageiros. Por volta das 19h30min do sábado, o taxista teria feito uma corrida para dois homens. Às 19h50min, foi encontrado ferido no km 8 da rodovia Lajeado-Venâncio Aires (RSC-453).

Foi levado em uma viatura da Brigada Militar ao Hospital São Sebastião Mártir, enquanto a polícia fazia buscas, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia acredita que dois homens, vistos por uma testemunha, tenham fugido em direção a um matagal que fica próximo à rodovia.

– A principal hipótese é de que tenha sido um latrocínio. Mas não podemos confirmar que esse crime tenha relação com o outro (o desaparecimento de Luiz André Rocha) – diz o delegado Paulo Cesar Schirmann, responsável pelo caso.

Os bandidos deixaram dinheiro e o celular da vítima no carro. Apenas a carteira de Lagemann foi levada.

De luto, categoria promete fazer manifestação hoje

O Instituto-geral de Perícias (IGP) da Capital foi acionado para fazer o levantamento do local do crime. Os peritos recolheram amostras de digitais nos vidros do veículo, de sangue e de pelos. A polícia analisa imagens do circuito de monitoramento de vigilância da rodoviária e ouve testemunhas. Por enquanto, não há suspeitos. No caso do desaparecimento de Luiz André da Silva Rocha, um suspeito deve ser ouvido nesta semana.

Lagemann deixa três filhos. Receosos com os casos dos últimos dias, os 93 taxistas de Venâncio estão de luto. Todos os veículos estão com um adesivo preto no espelho retrovisor. A associação de taxistas da cidade prepara uma manifestação para hoje, ainda sem local definido.

Postar um comentário