SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

MORTE E SUMIÇO

ZERO HORA 20 de agosto de 2013 | N° 17528

JOÃO VITOR NOVOA

Suspeitos de atacar taxistas são detidos

De acordo com a polícia, adolescente de 17 anos e jovem de 18 anos vão responder por latrocínio



A polícia de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, prendeu ontem Leonardo Pereira Sieben, 18 anos, e apreendeu um adolescente de 17 anos. Eles são suspeitos de envolvimento na morte de um taxista e no desaparecimento de outro na região, na semana passada.

Em depoimento, o adolescente confessou a autoria dos dois crimes. Sieben negou participação e disse que o comparsa teria matado Paulo Roberto Lagemann, 55 anos, no último sábado, e desaparecido com Luiz André da Silva Rocha, 53 anos, no dia 12.

Segundo a polícia, o adolescente admitiu também que jogou Rocha da ponte que passa sobre o Arroio Cavalhada, no distrito de Mariante. De acordo com o adolescente, o taxista já estaria morto.

– Os garotos foram identificados pelas testemunhas, e nós os comparamos com as imagens retiradas das câmeras de monitoramento da rodoviária e de outros locais. Serão indiciados por latrocínio – explicou o delegado Paulo Cesar Schirrmann.

Sieben e o adolescente eram vizinhos e foram localizados em suas residências, na Vila Palanque, na área rural de Venâncio Aires. Conforme a polícia, eles admitiram que são usuários de cocaína, crack e maconha e perambulavam pela cidade nos finais de semana cometendo delitos. Os dois tinham ficha por furtos.

A saída da dupla da delegacia foi tensa. Schirrmann precisou deixar os suspeitos à paisana para que passassem despercebidos da multidão de taxistas que se aglomerava no local. Sieben foi conduzido para a Penitenciária Regional de Santa Cruz do Sul. O adolescente foi encaminhado para a Fundação de Atendimento Sócioeducativo (Fase) de Porto Alegre.

– Pela primeira vez desde sábado vou dormir um pouco mais tranquilo – declarou Marlon Luis Lagemann, 30 anos, filho do taxista morto.

A filha de criação de Rocha, Tatiane Alves Ferreira, 18 anos, lamentou a certeza da morte do padrasto, que “era mais do que um pai”.

– Não tínhamos mais esperança de encontrá-lo vivo. Ele me criou desde os cinco anos de idade. Para mim, ele sempre foi e será meu pai – afirmou, ao lado da mãe, Rosane Pohl da Rocha, 41 anos, mulher do taxista.

Ontem à noite, o Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre seguia trabalhando para tentar localizar Rocha.


OS MOTORISTAS

DESAPARECIDO - Luiz André da Silva Rocha

- Idade: 53 anos
- Taxista havia 33 anos
- Desaparecido desde segunda-feira da semana passada. Dirigia um Spacefox que foi encontrado na quarta-feira, incendiado.

ASSASSINADO - Paulo Roberto Lagemann
- Idade: 55 anos
- Taxista havia 10 anos
- Morto a facadas no pescoço e no rosto após pegar dois passageiros na rodoviária de Venâncio Aires, no sábado. Foi encontrado 20 minutos após o ataque, no banco de trás de seu Palio. Ainda estava vivo.
Postar um comentário