SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

UMA PORTO ALEGRE MAIS INSEGURA


ZERO HORA 30 de agosto de 2013 | N° 17538

HUMBERTO TREZZI

LADRÕES EM AÇÃO


Uma capital mais insegura. Principais indicadores de crimes contra o patrimônio, como assalto a professor, cresceram no primeiro semestre em Porto Alegre



O assalto frustrado que quase tirou a vida do professor de Educação Física Everton Luís Deiques, na quarta-feira, chama a atenção para um dado atemorizante nas estatísticas criminais de Porto Alegre. Os principais indicadores de crimes violentos contra o patrimônio – assaltos, roubos de veículos e latrocínios – cresceram no primeiro semestre do ano, em relação a igual período de 2012.

Deiques, 34 anos, foi baleado junto ao seu veículo, uma camioneta Tucson estacionada na Rua Doutor Mário Totta, em frente ao colégio Mãe de Deus, no bairro Tristeza. A vítima levou três tiros ao reagir ao assalto. Os ladrões fugiram.

Roubo de veículos é um tipo de crime que cresceu 16% de janeiro a junho (veja infográfico ao lado), se comparado com os primeiros seis meses do ano passado. Já os assaltos comuns tiveram aumento ainda maior nas estatísticas, 27%, segundo números da Secretaria da Segurança Pública. Embora seja um delito pouco comum, o latrocínio (roubo com morte) cresceu 200%.

Levantamento da Rádio Gaúcha, com base em dados da Polícia Civil, mostram que o bairro Tristeza, na Zona Sul, teve em 14 meses uma média de um carro roubado ou furtado a cada três dias. O levantamento compreende 2012 e os primeiros dois meses deste ano. A Rua Mário Totta, onde Deiques foi baleado, teve 16 veículos levados por ladrões nesse período.

– O bairro tem sofrido um incremento de investimentos imobiliários, muita gente de alto poder aquisitivo circulando, bastante veículos e, com isso, atrai também ladrões. Notamos que o número de assaltos a motoristas cresceu bastante, sobretudo nas rótulas – constata a delegada Áurea Hoeppel, titular da 6ª Delegacia da Polícia Civil (bairro Vila Assunção), encarregada de investigar a tentativa de assalto contra Deiques.

Orientação de delegada é evitar reação a assalto

Chama a atenção que o roubo frustrado aconteceu à luz do dia, às 17h, próximo a uma escola. Áurea diz que a região tem várias rotas de fuga para outros bairros. Ela sugere que as vítimas não reajam, porque o elemento surpresa está do lado dos bandidos.

Deiques lutou com um dos criminosos e foi baleado em um braço, no tórax e no abdômen. Está internado no Hospital de Pronto Socorro, em estado regular. PMs detiveram um suspeito que estava próximo ao local do crime, um rapaz com antecedentes por roubo, mas ele não foi reconhecido pela vítima. Os policiais civis sabem que pelo menos duas câmeras flagraram um dos bandidos e aguardam cópia das gravações. Uma quadrilha com atuação na região é suspeita.


BM promete intensificar operações

Será com mais presença nas ruas que a Brigada Militar vai combater o aumento dos assaltos. É o que promete o chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel João Godoy. O oficial diz que será reforçado o combate aos ladrões de carro e afirma que a questão dos assaltos é sazonal – as ocorrências aumentam e diminuem conforme a presença de policiais nas ruas. Para tentar reduzir os roubos, a BM colocou 537 novos PMs na Capital nos últimos meses. Vieram também novas viaturas.

– Esses 537 policiais se somam a mais 4 mil. Com isso e blitze seguidas, especialmente nos fins de semana, vamos reverter esse quadro – acredita Godoy.

O coronel lembra que outro crime, o número 1 nas prioridades – o homicídio –, tem diminuído. Em parte, graças a operações de desarmamento. O resultado é que a apreensão de armas no Estado (com destaque para Porto Alegre) cresceu no primeiro semestre 6,9% em relação a igual período de 2012. No último trimestre também ocorreu um crescimento de 6,1% do número de prisões e detenções feitas pela BM, em relação ao primeiro trimestre do ano. O coronel acredita que, num curto prazo, essas duas providências também reflitam em queda no número de roubos.

PM é alvo de tiros em Santa Maria

Um policial militar do Batalhão de Operações Espaciais (BOE) sofreu uma tentativa de homicídio no início da noite de quarta-feira, em Santa Maria. Ele recebeu alta na manhã de ontem. Conforme a BM, André Souza dos Santos, 41 anos, foi atingido pelas costas por pelo menos quatro tiros. Suspeito do crime, um homem de 33 anos foi preso em flagrante.


Postar um comentário