SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 7 de setembro de 2013

ASSALTANTE MORRE EM CONFRONTO COM A POLÍCIA



ZERO HORA 07 de setembro de 2013 | N° 17546

Suspeito é morto após ataque a obra

Um homem de 26 anos foi morto após trocar tiros com a Brigada Militar em Caxias do Sul, na Serra. Minutos antes, Rodrigo de Souza Borba e três comparsas teriam invadido o canteiro de obra de um condomínio em Farroupilha. Eles renderam o proprietário de uma das empreiteiras e levaram o malote com o salário dos funcionários, um total de R$ 23 mil.

A quadrilha chegou a obra às 14h10min, em um Civic preto. Conforme o relato de testemunhas, a ação durou cerca de três minutos. Além do dinheiro, eles levaram a bolsa da filha do empresário e a carteira do vigilante.

– Logo após o roubo, eles trocaram de carro no desvio do pedágio e continuaram a fuga num Monza. Só isso é o suficiente para deduzir que a ação era planejada – disse o delegado Thiago Vicentini de Oliveira.

Conforme o Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO/Serra), o Monza em que o quarteto estava levantou suspeita de uma guarnição da Brigada Militar, que fazia a patrulha no bairro Desvio Rizzo, em Caxias. Os policiais deram ordem para que o motorista parasse, mas ele acelerou. Os PMs interceptaram o carro. Houve troca de tiros, e Borba e outro suspeito – Jeferson Luis Carvalho dos Santos, 31 anos – foram baleados. Santos permanecia em estado grave até o final da noite de ontem. Um assaltante se entregou e o quarto criminoso conseguiu fugir. O malote com o pagamento dos operários não foi recuperado.


Bando ataca hotel e posto na Capital

Quatro assaltantes roubaram um carro de um hóspede de hotel e usaram o veículo no ataque a um posto de combustíveis ontem, em Porto Alegre. No início da madrugada, o bando chegou ao Hotel Poa Residence, na Rua Duque de Caxias, no Centro. O gerente, um manobrista e um hóspede foram rendidos pela quadrilha, formado por dois casais. Um notebook, celulares, um rádio e cerca de R$ 400 do caixa foram levados. O cliente, que teve R$ 150 roubados, foi obrigado a entregar seu Civic.

Cinco horas depois, o carro reapareceu em outro assalto. O grupo roubou R$ 200 de um posto na Zona Sul. O bando foi perseguido por PMs. Três ladrões conseguiram fugir e uma jovem, de 18 anos, foi presa.


Médico esfaqueado em Capão da Canoa


A Polícia Civil de Capão da Canoa, no Litoral Norte, investiga o roubo a um médico ocorrido na noite de quinta-feira. O clínico-geral Carlos Eduardo Mold, 55 anos, foi esfaqueado no pescoço e na barriga. Mold teria sido rendido por um homem dentro de seu apartamento, em um edifício da Avenida Beira Mar, em Capão, às 19h30min. O homem seria conhecido do médico e fugiu levando a carteira com documentos, cartões e dinheiro, além do carro dele, um Ka preto.

Ferido, Mold pediu socorro a um amigo. Ele está hospitalizado e, segundo os policiais, não conseguiu dar muitas informações.

– Temos uma suspeita e estamos trabalhando para confirmar esse nome – explicou a delegada da DP de Capão, Walquíria Meder.


Postar um comentário