SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

IDOSO É ASSASSINADO POR 45 REAIS

ZERO HORA 12 de setembro de 2013 | N° 17551

FERNANDO GOETTEMS

IJUI - Idoso de 85 anos é assassinado por R$ 45


Usuário de crack, um adolescente é suspeito de envolvimento no latrocínio (roubo com morte) de um aposentado de 85 anos em Ijuí, no noroeste do Estado. O alvo dos criminosos teria sido um aquecedor, uma jaqueta e uma carteira com dinheiro e cartões da vítima.

Um jovem de 21 anos também é investigado pelo assassinato de Fredolino Beschorner. A dupla tinha a intenção vender os objetos roubados por R$ 45. O idoso morava sozinho, na Rua São Boa Ventura, no bairro Elisabeth, e ainda estava de pijama quando foi rendido e esfaqueado no pescoço pelos criminosos.

Algumas horas após o crime, o garoto de 17 anos foi apreendido pela Brigada Militar. Ele portava os objetos roubados e tinha as roupas sujas de sangue. Com antecedentes policiais, o garoto disse que ele e o jovem atacaram o idoso, mas que o comparsa teria sido o autor dos golpes na vítima.

Ontem, policiais militares prenderam o segundo suspeito do crime, Dionildo Vargas Vieira, 21 anos. Em depoimento, segundo o delegado Maurício Arlei Posselt, o jovem negou ter esfaqueado Beschorner, mas confirmou que esteve na casa da vítima.

O adolescente foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Santo Ângelo. Vieira está preso na Penitenciária Modulada de Ijuí.


PORTO ALEGRE - Homem é morto ao reagir a ataque


A polícia trabalha com a hipótese de que a morte de José Vanderlei Oliveira, 44 anos, baleado com um tiro na cabeça no final da noite de terça-feira, no bairro Aberta dos Morros, na zona sul de Porto Alegre, tenha sido resultado de uma reação a assalto.

– Os suspeitos fugiram com a moto da vítima. Mas nenhuma circunstância pode ser ignorada – afirmou o delegado Luciano Coelho.

Pelo menos quatro homens em um Peugeot prata participaram do ataque.


SANTA MARIA - Homem joga corpo em estacionamento. Suspeito confessou ter matado mulher que testemunhou contra ele na Justiça

PATRIC CHAGAS

O desfecho de um crime surpreendeu Santa Maria ontem.

Por volta das 14h, o corpo de uma mulher foi jogado no estacionamento aberto do Supermercado Nacional, na Avenida Medianeira, área central do município.

Segundo o relato de uma testemunha à polícia, o condutor de um Fusca bege teria chegado ao local, estacionado e largado o corpo da vítima. Depois, fugiu pela Rua 12 de Outubro.

– Achei que ela estava dormindo e tentei acordá-la – contou a testemunha, que preferiu não se identificar.

O Pelotão de Operações Especiais da Brigada Militar foi acionado e isolou o local até a chegada da Polícia Civil e do Instituto-Geral de Perícias. A mulher, que foi encontrada amarrada da cintura para cima com panos e fita adesiva e com uma sacola plástica na cabeça, também apresentava marcas nos pulsos.

Conforme a delegada Débora Dias, com base em informações preliminares da perícia, tudo indica que a morte tenha sido causada por asfixia mecânica.

– Ela tinha uma marca linear no pescoço. Provavelmente tenha sido morta com o uso de uma corda ou material da mesma espessura. Também havia marcas nos pulsos, o que demonstra que ela foi amarrada – conta Débora.

A delegada afirma ainda que, possivelmente, a vítima tenha sido morta cerca de duas horas antes de ser abandonada. Como a mulher não portava documentos de identificação, seu corpo foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML). Ela foi identificada pela irmã como Neiva da Silva Moralles, 44 anos.

Na noite de ontem, Luiz Cláudio Alves de Moraes, 46 anos, foi preso pela Polícia Civil e confessou, em depoimento, ter cometido o crime.

Ele disse que matou Neiva após uma discussão. A motivação do crime não seria passional. Moraes afirmou ter cometido o crime porque a vítima teria sido testemunha de acusação no processo em que Moraes foi condenado este ano pelo assassinato de um rapaz, ocorrido em 2009. Ele afirmou ter jogado o corpo no estacionamento porque o jovem morto no crime pelo qual ele foi condenado era namorado da sobrinha da vítima e funcionária do supermercado.



Postar um comentário