SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

PATRIMÔNIO ENVELHECIDO

O SUL - Porto Alegre, Quarta-feira, 09 de Outubro de 2013.



WANDERLEY SOARES

Em termos de segurança pública, tudo exige urgência.


Escrivaninhas novas começam a envelhecer empilhadas em dois andares (3 e 4) ocupados pela Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) no casarão que sedia a Secretaria da Segurança Pública do RS, na rua Voluntários da Pátria. No pátio daquela pasta também repousam cerca de 50 viaturas Peugeot e Citroen que, possivelmente, são destinadas ao transporte de presos. Estes bens, caros para o bolso dos contribuintes, ao que parece, somente serão ativados no momento em que possam dar motivo para discursos escorregadios da transversalidade da segurança gaúcha. Nenhuma desculpa apresentada pelas autoridades chega perto de ser convincente sobre a morosidade de ações na estrutura burocrática da pasta da segurança. Em termos de segurança pública, tudo exige urgência, seja a distribuição de escrivaninhas, seja a reposição de viaturas. Os discursos podem ser adiados, mesmo com bom tempo.


Traficante


Um homem foi preso por tráfico de drogas na vila Cachorro Sentado, no bairro Partenon, Zona Leste da Capital. De acordo com a Brigada Militar, Fabiano Schukuel Machado, de 33 anos, portava mais de 700 pedras de crack e 40 buchas de cocaína.


Incendiários


Três veículos da prefeitura de Tupandi, no Vale do Caí, foram incendiados na garagem, durante a madrugada de ontem. Dois veículos foram totalmente destruídos e uma retroescavadeira ficou parcialmente danificada. Imagens de câmeras de segurança mostram dois homens colocando fogo nas máquinas. É impressionante como as instituições públicas, em todos os níveis, são fracassadas na vigilância de um patrimônio que, fatalmente, deverá ser reposto pela sociedade.


Fragilidade


Vândalos mascarados que se introduzem, a cada dia com força maior, nos movimentos sociais nas principais capitais do País, estão criando um clima de terror contra a sociedade que se agrava com a proximidade da Copa e com a preocupante fragilidade das estratégias das organizações policiais, tanto no campo das tarefas de inteligência como nas ações de confronto direto. Sem conseguir saber dos planos dos mascarados que estão sendo financiados para praticar depredações, o governo se mostra audacioso em tentar conter os atos de voyeur de Obama.


COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Tudo o que envolve a vida, a saúde e o bem-estar das pessoas é prioridade e urgente num Estado comprometido com seu povo. Infelizmente, não é o caso do Brasil. 
Postar um comentário