SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

TIROTEIO, PRISÕES E MORTES


ZERO HORA 31 de outubro de 2013 | N° 17600

THIAGO TIEZE
FERNANDA DA COSTA

LADRÕES LEVAM A PIOR

Dois criminosos morreram em confronto com a Brigada Militar, em Morrinhos, no Litoral Norte, quando uma guarnição evitou o ataque a um caixa eletrônico, e em Marau, no Norte, quando soldados trocaram tiros com bandidos que assaltaram um restaurante.

Maçarico na escuridão

Na madrugada de ontem, o clarão de um maçarico em meio à escuridão despertou um morador em Morrinhos do Sul, no Litoral Norte. Eram criminosos tentando arrombar um caixa eletrônico.

Oataque de três bandidos a um caixa eletrônico do Banrisul aconteceu por volta das 4h40min. Surpreendidos por apenas dois policiais, entraram em confronto e ficaram em desvantagem. Dois envolvidos foram presos e um homem morreu.

Acordados com o tiroteio, os moradores da cidade de 3,2 mil habitantes tiveram um dia atípico, em que barreiras cercaram o município, aulas foram suspensas e rádios locais mantinham a população em alerta sobre qualquer movimentação estranha.

Atendendo a um chamado dos pais, que moram ao lado do caixa eletrônico, um homem, que prefere não se identificar, ouviu a conversa dos ladrões e o tiroteio.

– Não conseguia entender o que falavam. Quando fui pegar o telefone para avisar a Brigada, ouvi os cerca de cinco tiros – conta o morador.

Conforme o capitão Jeferson Rolim, do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (2º BPAT), houve reforço de policiamento minutos depois do confronto entre a reduzida guarnição de Morrinhos do Sul, formada pelos dois policiais, e os três assaltantes. PMs de Três Cachoeiras, Torres e do Pelotão de Operações Especiais (POE) de Capão da Canoa ajudaram nas buscas do fugitivo durante o dia.

De acordo com o tenente-coronel Paulo Ricardo Garcia da Silveira, comandante do 2º BPAT, o ataque do trio aconteceu com o auxílio de uma escada furtada da prefeitura, que fica ao lado do caixa eletrônico. Os bandidos quebraram uma telha e desativaram a sirene do alarme. Depois, com a ajuda de um pé-de-cabra, acessaram o caixa eletrônico e monitoraram a BM por meio de um rádio na frequência utilizada pela polícia. Com o auxílio de um maçarico, os criminosos começavam a abrir o caixa quando foram surpreendidos.


Confronto na estrada

No início da tarde, um homem suspeito de assaltar um restaurante em Marau, no norte do Estado, também foi morto em um confronto com a Brigada Militar. Outros três homens suspeitos de terem participado do crime foram detidos.

Quatro homens entraram no restaurante no início da tarde de ontem e roubaram o dinheiro do caixa. Um dos homens, que estava armado, ainda teria dado uma coronhada no proprietário do local. Os assaltantes fugiram em um Fox.

O restaurante fica às margens da rodovia que liga o município a Passo Fundo (ERS-324), ao lado de um posto de combustíveis. Conforme a Brigada, havia vários clientes no local. O Fox que teria sido usado pelos assaltantes foi encontrado em um matagal a dois quilômetros do restaurante.

Na estrada que liga a comunidade à área urbana de Marau, o motorista do Astra tentou furar uma barreira montada pela BM e colidiu de frente com uma viatura. Em seguida, os quatro homens que estavam no carro saíram do veículo e entraram em confronto com os policiais. Houve troca de tiros e um dos suspeitos, Jauri de Almeida, 31 anos, foi morto.

Os outros três homens fugiram em direção a um matagal. Um revólver calibre 38, que estava no Astra, foi apreendido.

Horas depois, a BM localizou três homens suspeitos de terem participado do crime. Um foi detido no bairro Santa Helena e dois no bairro Cohab. Eles foram encaminhados à delegacia do município.


“Os bandidos têm se preparado mais”, diz subcomandante da BM

Nos últimos quatro confrontos com criminosos no interior gaúcho, a Brigada Militar matou 11 assaltantes. Para o coronel Silanus Mello, subcomandante da BM no Estado, o confronto é o último recurso.

– Os bandidos têm se preparado para enfrentar a Brigada. Com coletes à prova de bala e armamento pesado, essas quadrilhas buscam atingir seus objetivos em cidades pequenas, mas não têm conseguido – afirmou o coronel em entrevista à rádio Gaúcha.

Conforme o subcomandante, houve um aporte grande de soldados e viaturas, que acabaram reforçando as guarnições do Interior, principalmente. Além do aumento expressivo no contingente, Silanus salientou que há um planejamento para a formação de barreiras em torno das cidades pequenas, a fim de cercar os bandidos.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Clausewitz já alertava para a demora em vencer uma guerra dava tempo ao inimigo para se adaptar às táticas e preparar melhor os combates. O mesmo ocorre na segurança pública onde o Estado insiste em enfraquecer os instrumentos de justiça criminal com medidas superficiais, alternativas, eleitoreiras, assistemáticas e falaciosas dando tempo aos bandidos se organizarem, se armarem e usarem táticas para burlar as leis, enfrentar a ação das polícias, conter a punição na justiça e dominar os presídios. 
Postar um comentário