SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

BALEADA EM ASSALTO

ZERO HORA 22 de novembro de 2013 | N° 17622


PASSO FUNDO. Mulher é baleada em tentativa de assalto

JÚLIA OTERO


Um disparo na cabeça pode interromper os planos de ter um bebê e de conseguir um novo emprego da fisioterapeuta Luciana Bortoline Barreto, 37 anos, em Passo Fundo Depois de uma jornada que começou às 5h da manhã para estudar para um concurso do Estado, atender pacientes no consultório e terminar o dia em um culto espírita, uma tentativa de assalto acabou levando Luciana até o hospital São Vicente, em Passo Fundo. O estado dela é grave.

O crime aconteceu por volta das 23h30min de quarta-feira na Rua Independência, centro de Passo Fundo. Ela tinha saído de uma casa espírita e entrou no seu Clio vermelho quando foi surpreendida por dois homens. Desesperada, a fisioterapeuta acelerou. Os bandidos dispararam pelo menos duas vezes – um dos tiros atingiu a cabeça dela. O carro seguiu por cerca de 100 metros, subindo no meio-fio da calçada e acabou caindo em um pátio de uma casa. Com a confusão de ambulâncias, sirenes e pessoas, os criminosos fugiram.

– Estamos tentando identificar os suspeitos. Há uma hipótese de que tenha sido o mesmo grupo que fez uma tentativa de assalto na mesma região, meia hora antes, mas sem feridos – informa o delegado responsável pelos casos, Adroaldo Schenkel.

Familiares e amigos se revezam em hospital

Ontem, o clima era de consternação entre amigos e familiares da jovem na sala de espera do hospital. Luciana está na Unidade de Terapia Intensiva e já passou por uma pequena cirurgia. Entre os mais íntimos, impera a indignação, mesclada com a esperança:

– Eu acho que esse país não tem mais jeito. É muita violência. Uma violência contra uma menina alegre, que tinha mil projetos. Aqui, em Passo Fundo, tem um monte de carrão, e foram atrás justamente de um “Cliozinho”, usado! E agora a gente fica na torcida, esperando um milagre. Talvez seja egoísta falar isso, mas eu quero ela com vida perto de mim, da forma que for – desabafa a mãe da jovem, a projetista de móveis, Varna Bortoline Barreto, 58 anos, que estava inconsolável.

Luciana vive com dois irmãos e os pais e planejava sair de casa neste ano para formar uma família com o namorado de sete anos de relacionamento.

Postar um comentário