SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

LINCHADO APÓS TENTAR ASSALTAR TAXISTA


G1 RS 01/11/2013 17h05

Homem é linchado e morre após tentar assaltar taxista em Canoas, RS. Diversos taxistas espancaram suspeito de tentativa de roubo. Vítima de 30 anos não resistiu às fraturas e morreu no hospital.

Do G1 RS


Um homem morreu na manhã desta sexta-feira (1) depois de apanhar de diversos taxistas após uma tentativa de assalto a um táxi no Bairro São Luís, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na noite de quinta-feira (31). De acordo com o laudo divulgado pelo Hospital de Pronto Socorro do município, a causa da morte foi politraumatismo, ocasionado pela série de pancadas que recebeu.

Segundo a Polícia Civil, o homem de 30 anos pegou o táxi por volta das 23h30 de quinta-feira no ponto do Hospital Universitário de Canoas. Quando o veículo chegou ao Bairro São Luís, anunciou o assalto, ameaçando o taxista com uma faca. O trabalhador, de 31 anos, reagiu e entrou em luta corporal com o assaltante.

Após alguns minutos, outros taxistas chegaram ao local e lincharam o homem que ameaçava o colega com uma faca. Ele foi encaminhado em estado grave ao Hospital de Pronto Socorro de Canoas, mas na manhã desta sexta-feira não resistiu aos ferimentos e morreu às 7h45.

A delegada Sabrina Deffente, da 3ª Delegacia de Polícia de Canoas, não soube precisar quantos taxistas participaram do espancamento. Diferente do laudo divulgado, que consta que a causa da morte tenha sido o politraumatismo, a polícia tem a informação de que o homem morreu de parada cardíaca, que pode ter sido ocasionada pelo espancamento ou não.

"A polícia pediu um laudo para a perícia para verificar se a morte foi mesmo em decorrência das lesões", disse a delegada.

Mesmo que os taxistas tenham agido para socorrer um colega que estava em perigo, a delegada responsável pelo caso disse que os homens que participaram do linchamento serão indiciados ou por homicídio ou por lesão seguida de morte. "Vamos analisar o caso e ver onde eles se enquadram".
Postar um comentário