SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 30 de novembro de 2013

VIGIAS SÃO FEITOS REFÉNS EM ASSALTO À CAIXA ELETRÔNICO DE CLUBE

ZERO HORA ONLINE 30/11/2013 | 05h48

Vigias são feitos reféns em assalto à caixa eletrônico de clube em Porto Alegre. Funcionários ficaram presos na sala de segurança do local por mais de três horas


Foto: Dani Barcellos / Especial


Bandidos fizeram três vigias do Clube do Professor Gaúcho reféns por mais de três horas e arrombaram um caixa eletrônico na madrugada deste sábado, no bairro Ipanema, na zona sul de Porto Alegre. Segundo a administração do Clube, por volta da meia-noite, quando o vigilante que cuida da guarita fechava os portões, encerrando as atividades do local, foi abordado por um dos criminosos. Outros três comparsas chegaram em um Honda Civic e mobilizaram outros dois vigias que faziam a ronda no estabelecimento.

Os funcionários ficaram amarrados com fitas e trancados na sala da segurança, enquanto o bando usava um maçarico para abrir o terminal da Caixa Econômica Federal.

Um dos suspeitos vestiu a roupa de um dos vigias e assumiu a guarita para não levantar suspeitas. Eles fugiram levando dinheiro, cuja quantia não foi divulgada pela polícia, e as imagens das câmeras de segurança.

Elemar Ruchel, auxiliar administrativo do Clube, contou que foi acordado por um telefonema dos vigias, às 3h30min, quando conseguiram se desvencilhar das amarras e avisar à polícia.

— Fizeram tudo muito rápido. Aproveitaram que não tinha festa nenhuma no Clube. Isso é coisa de gente que conhece o local. Eles cortaram todos os fios e levaram a CPU que armazena as filmagens das câmeras de segurança — disse Ruchel.

Ninguém ficou ferido. Na fuga, os bandidos furtaram um Fiat Pálio de cor prata de um dos vigias que estava no estacionamento do clube e conseguiram escapar. O caso será investigado pela Polícia Federal.

Na manhã de sábado, dezenas de sócios e funcionários aguardavam pela abertura do clube, que estava isolado para o trabalho da perícia. O ingresso foi possível apenas pouco antes das 9h, cerca de 50 minutos depois do habitual.


Postar um comentário