SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

A CRIANÇA SEM NOME

O SUL Porto Alegre, Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2013.


WANDERLEY SOARES


A narrativa de um episódio ocorrido em Alvorada mostra a crueza de nossos tempos


Primeiro digo o nome do menino: Eduardo Nascimento da Silva, cinco anos de idade. Ele morreu atingido por um tiro no rosto durante enfrentamento entre bandidos na vila Maria Regina, em Alvorada, na noite de quarta-feira última. Uma bala perdida atingiu a criança que brincava junto com familiares. Isso foi noticiado por áreas especializadas da mídia nos jornais de ontem. Não se trata de fato inédito, mas apenas mais um que envolve a crueza de nossos tempos. Li as matérias e nelas encontrei detalhes do tiroteio, a preocupação com a identificação de personagens do enfrentamento e até um pequeno histórico da vida de um deles. A criança, que inspirou os títulos produzidos para a notícia, restou apenas como um detalhe do episódio. O menino foi apontado nos textos, simplesmente, como uma criança de cinco anos que levou um tiro na cara quando brincava junto com familiares e que morreu no hospital. Uma criança sem nome, os familiares sem nome. Mas houve a preocupação de identificar os bandidos. Não quero aqui arriscar desabar na pieguice, mas apenas dizer que, na minha matéria, eu começaria com o nome da criança. Os detalhes viriam depois


Policiamento


Como com todas as carências por demais conhecidas com que o governo contempla o policiamento preventivo-ostensivo (Brigada Militar), o trabalho cotidiano do 11 BPM, a partir do Passo da Areia, e do 9 BPM, cujas ações são realizadas nas áreas centrais de Porto Alegre, chegam a ter um certo sucesso. Mas a proximidade da Copa ainda assusta bastante


Banco


No bairro Niterói, em Canoas, uma agência do Santander foi arrombada. O banco fica às margens da BR-116. Segundo a Brigada Militar, os criminosos entraram no local por volta das 5h da manhã de ontem e abriram um caixa eletrônico com maçarico. Sempre é bom registrar que os bancos não têm maior preocupação com a vigilância das agências. Preferem deixar tudo para o poder público, ou seja, para o bolso do contribuinte. Durante o dia, os guardinhas fazem parte da decoração das agências, isso quando não estão ocupados em perturbar a vida dos clientes, que, com algumas exceções, são suspeitos.


Películas


Uma dica para a fiscalização que será desencadeada pela Brigada Militar nas películas automotiva: seria bom começar, para dar exemplo, nos veículos oficiais utilizados pelos três poderes e, até mesmo, não podem ser deixadas de fora viaturas ostensivas e/ou discretas das próprias organizações policiais. Será a lição de casa. Se feita, haverá surpresas.
Postar um comentário