SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

FORÇA TAREFA DA POLÍCIA EM PORTO VELHO PARA CONTER ATAQUES

G1 RONDÔNIA 23/12/2013 19h03

Após ataques, força tarefa da polícia continua até janeiro em Porto Velho. Oitenta policiais reforçam a segurança com apoio da Força Nacional.. Quantidade de ocorrências reduz após operação policial.

Do G1 RO


Forças policiais são reforçadas em toda a cidade
(Foto: Larissa Matarésio/G1)

De acordo com a Polícia Militar, a Força Tarefa, organizada para manter a segurança em Porto Velho, continua até 6 de janeiro. A convocação de mais 80 policiais para patrulha nas ruas e helicópteros sobrevoando a cidade foi feita após atentados ocorridos em Porto Velho entre a noite de quinta-feira (19) e a madrugada de sexta-feira (20), com sete mortes e 12 feridos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Rondônia (Sesdec), a presença da Força Nacional de Segurança nas ruas,durante o fim de semana, reduziu a quantidade de ocorrências registradas.

Policiais da Força Nacional foram acionados pela Sesdec para reforçar o policiamento e garantir a segurança durante a operação da polícia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também atua na operação.

No sábado (21), uma suposta tentativa de assalto causou pânico geral entre os clientes do shopping da capital. Duas pessoas suspeitas foram presas pela polícia. De acordo com testemunhas houve tiroteio e por isso houve correria.

Também no sábado (21), três homens foram presos, após trocarem tiros com a polícia, na Rua Daniela, Bairro Lagoinha, Zona Leste de Porto Velho, durante tentativa de assalto.

Ataques

O policiamento foi reforçado após os ataques registrados entre a noite de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira, onde morreram sete pessoas e 12 ficaram feridas. Os ataques foram feitos por homens, ainda não identificados pela polícia, que atiraram indiscriminadamente contra pessoas em diversos pontos da cidade, entre eles bares na Zona Leste e na Zona Sul da cidade e no Campo da Associação Futebolística do Bairro Areal (AFA), na região central.

Devido a sensação de insegurança que se espalhou por Porto Velho na sexta-feira, a Sesdec solicitou reforço da Força Nacional e encaminhou o efetivo para policiamento ostensivo nas ruas. “Nós estamos fechando os quartéis. Estamos, inclusive, puxando os policiais que estão cedidos a outras secretarias, no Ministério Público, no legislativo, estão sendo trazidos para serem colocados nas ruas. Na capital, nós teremos o emprego maciço do efetivo”, garante Bessa.
Postar um comentário