SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

CRIMINOSOS INVADEM RESIDÊNCIA EM PRAIA DO RS

ZERO HORA 17 de janeiro de 2014 | N° 17676


VIOLÊNCIA EM IMBÉ


Dois bandidos invadiram uma casa no centro de Imbé, no Litoral Norte, na noite de quarta-feira, e assaltaram uma família de Porto Alegre. Os veranistas haviam alugado o imóvel para passar a temporada de verão, e foram rendidos por volta das 21h, quando estavam no interior da residência.

Conforme as vítimas, a casa estava com todas as janelas abertas por causa do forte calor, o que teria facilitado a ação dos criminosos. Um dos assaltantes permaneceu na sala com a família, enquanto o outro revistou todos os cômodos. A polícia trabalha com a hipótese de haver um terceiro suspeito, que estaria do lado de fora fazendo a guarda do local.

Além de roupas, celulares e cartões de crédito da família, os criminosos também levaram uma câmera digital, uma TV LCD de 32 polegadas e um Civic dourado. O veículo foi localizado na manhã de ontem, abandonado na Rua Passo Fundo, próximo ao local do ataque. Uma perícia foi feita no carro, e as impressões digitais coletadas foram enviadas para análise.

Os suspeitos têm entre 30 e 35 anos, e um deles possui uma cicatriz no rosto. Na tarde de ontem, as vítimas foram até a delegacia tentar fazer o reconhecimento dos assaltantes por meio de fotos, mas os suspeitos ainda não foram identificados.

De acordo com o delegado Valeriano Garcia Neto, o volume de ocorrências durante as festas de fim de ano surpreendeu a polícia, mas agora a quantidade de casos retornou aos números considerados normais para o período.

– Foi muito alto o índice de ocorrências no Natal e no Ano-Novo, tendo em vista o grande número de pessoas no litoral. Fomos pegos de surpresa. Foi assustador o número de ocorrências, com vítimas baleadas, esfaqueadas e atropeladas. Atualmente, o índice está dentro de um patamar já esperado – analisou Neto.
Postar um comentário