SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 25 de janeiro de 2014

PARÓQUIA SEM TREZOITÕES

O SUL Porto Alegre, Sábado, 25 de Janeiro de 2014.


WANDERLEY SOARES


Quem não gostaria de ter um apenado de confiança em seu escritório?


Gostaria de testemunhar, como um humilde marquês, aqui da minha torre, uma iniciativa do governo do RS, em campanha aberta pela mídia, junto aos pequenos e grandes empresários gaúchos, no sentido de que empregassem cinco mil apenados do regime semiaberto e portadores de tornozeleira eletrônica. A repercussão social deste empreendimento, se bem sucedido em, pelo menos, 60%, não demoraria a ganhar projeção e prêmios transversais internacionais. Afinal, quem não gostaria de ter em seu escritório, em sua indústria, no balcão de sua loja ou na cozinha de seu restaurante um cidadão monitorado eletronicamente por técnicos da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) sob o pálio do Judiciário e apoio do Movimento de Diretos Humanos e da elétrica ministra Maria do Rosário? Ainda que não sendo, exatamente, um defensor da tornozeleira, esta ideia está ficcionada em minha cabeça e, se for tornada realidade, nenhum padre desta terra precisará guardar na sacristia um trezoitão, pois as paróquias também terão seus apenados de confiança.


Assalto


Um empresário foi assaltado na manhã de ontem no interior de Estância Velha, Vale do Sinos. Três homens abordaram a vítima que saía de sua chácara. O empresário e a mãe dele foram feitos reféns e amarrados dentro de casa. Cerca de 60 mil reais em cheques, 2 mil reais em dinheiro e um televisor foram levados. O veículo do empresário, usado para a fuga, foi localizado no Centro de Estância Velha.


Buraco


Dois homens fugiram, ontem, do Presídio Estadual de São Sepé. Eles usaram o velho truque de abrir um buraco na parede de um alojamento situado numa área de apenados considerada de baixo risco.


Mulher


Uma mulher foi encontrada morta dentro de casa na madrugada de ontem no bairro Floresta, em Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha 39 anos e foi torturada antes de ser executada com quatro tiros. O corpo foi encontrado por um homem que dividia o apartamento com a vítima, na rua Comendador Coruja. A mulher estava no banheiro, com mãos e pés amarrados e amordaçada. Ela apresentava marcas de tortura no rosto e em outras partes do corpo. O homem que encontrou o corpo contou à polícia que o local foi revirado pelos criminosos e que ele deu falta de alguns bens. A primeira hipótese sobre o caso é de latrocínio. Vale lembrar que, em 2012, foram assassinadas 92 mulheres no RS.
Postar um comentário