SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 25 de janeiro de 2014

TIROTEIO E PERSEGUIÇÃO

ZERO HORA 25 de janeiro de 2014 | N° 17684

CAROLINA ROCHA


Assalto frustrado em Gravataí

Após tentativa de roubo no momento em que loja era aberta, na manhã de ontem, dois criminosos foram presos pela polícia



Uma tentativa de assalto na loja Colombo da Parada 66, em Gravataí, na manhã de ontem, deixou uma cliente, um brigadiano e um dos assaltantes feridos. Duas pessoas foram presas. Acostumados com a ação dos bandidos nos últimos meses, funcionários da loja adotaram uma tática e a colocaram em funcionamento: desconfiados com a presença de um carro, eles acionaram a Brigada Militar.

Por volta das 9h, quando os funcionários se preparavam para abrir a loja, um homem chutou a porta da grade e encarou uma funcionária. Quase no mesmo momento, uma viatura da Brigada Militar chegou ao local. E não por coincidência. Depois de quatro assaltos em seis meses, a loja adotou uma tática de defesa. Todos os dias, no horário de abertura, um funcionário fica do outro lado da rua, acompanhando o movimento. Foi ele que notou o Audi prata estacionado em frente ao estabelecimento e a estranha movimentação de um trio, e deu o alarme.

– Liguei para a Brigada, e eles vieram muito rápido – contou o comerciário, que pediu para não ser identificado.

A chegada da Brigada Militar impediu que o criminoso sequer anunciasse o assalto. Ao ver os PMs, o trio reagiu a tiros.

– Foi um tiroteio e tanto. Gente correndo para tudo que foi lado. Um dos tiros pegou numa senhora – contou a funcionária de uma loja próxima.

Na troca de tiros, o sargento Luciano Silva da Silva, 43 anos, foi baleado na coxa direita. Maria Caetano Azevedo de Ávila, 74 anos, que passava pelo local, foi atingida em um dos pés. Os dois foram socorridos e medicados. Um dos assaltantes também foi ferido no peito. Socorrido pelos comparsas, ele foi colocado no Audi, que fugiu do local.

Esta foi a segunda vez que a Colombo da parada 66 foi alvo de criminosos neste mês. Em 3 de janeiro, os bandidos conseguiram levar dinheiro e produtos adotando a mesma prática: atacar a loja assim que ela abre.

Assaltantes foram detidos pela BM durante a fuga

Após a fuga do trio, a Brigada partiu em perseguição. A dois quilômetros da loja, a BM conseguiu deter o Audi na Avenida Cesar Cambruzzi, no bairro Nossa Chácara. Com placas de Viamão, o carro está em nome da mãe de Rafael Goulart Soares, 31 anos, que foi preso pela BM. O ferido também estava no carro. Ele foi identificado como Jeferson Pires da Silva, 32 anos, e portava uma CNH falsa com sua foto e nome de Gilson. Ele foi atingido por um tiro no peito, e foi socorrido pelo Samu. Rafael foi levado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Gravataí, e Jeferson, para o Hospital Dom João Becker.

De acordo com a Brigada Militar, os dois presos são de Viamão. Um terceiro ocupante do carro teria conseguido fugir, mas deixou para trás uma camiseta vermelha e um boné bordô, descrito pelas testemunhas do assalto. Como nenhum armamento foi encontrada no veículo, a polícia acredita que eles tenham dispensado as armas ou passado para comparsas. Um Fox preto e um Uno branco também tinham sido vistos por testemunhas da tentativa de roubo.

Postar um comentário