SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

A PSICOLOGIA E A PSICOLOGIA

O SUL. Porto Alegre, Sábado, 15 de Fevereiro de 2014.



WANDERLEY SOARES


Uma coisa é a Brigada Militar, outra coisa é a Polícia Civil


Em favor dos leitores deste espaço, meus conselheiros me trouxeram alguns detalhes sobre de como, antes e/ou durante a Copa, a Brigada Militar, conforme acena o governo, poderá vir a ter ou não ter dois mil novos profissionais prontos em seu efetivo até o final deste ano, tema que abordei, em parte, há alguns dias. O assunto está sob reflexão e, por isso, abordo neste sábado uma outra aba da segurança pública gaúcha ao parafrasear Shakespeare: entre os poderes da Brigada Militar e os da Polícia Civil, soprados pelo Piratini, há muita cabala que a nossa filosofia profana não alcança. Sigam-me.


Inaptidão


A título de ilustração, lembro que, em determinado período da ditadura militar, policiais civis optaram por se transferir para a Brigada Militar, o que não exigia nada além do que o preenchimento de alguns formulários. Nada complicado. Sabemos que os tempos agora são outros e se tornou comum que profissionais da Brigada, de soldado a sargento, que concluíram curso superior, se inscrevam em concurso para escrivão ou inspetor na Polícia Civil e mesmo para delegado. Pois recentemente foi com grande surpresa que os policiais militares, soldados e sargentos, alguns com até 15 anos de experiência de policiamento, receberam o resultado de "inaptidão" no teste psicológico da Polícia Civil relativo ao concurso para inspetor e escrivão. Há, nisso, pelo menos, um desencontro de critérios entre os psicólogos da Brigada e os da Polícia Civil. A porcentagem de brigadianos considerados inaptos para ingressarem na Civil beira 70%. Entre os reprovados há PMs que tem assentamento como de comportamento "excepcional" na briosa. O RS da transversalidade está a cada dia mais esotérico.


Reação e morte


Dois homens morreram na manhã de ontem em um assalto a um mercado na avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na Zona Norte da Capital. Segundo a Brigada, três homens tentaram assaltar o estabelecimento e a vítima reagiu. Na troca de tiros resultaram mortos um criminoso e o proprietário do mercado. Em Bento Gonçalves, três bandidos entraram numa lanchonete do bairro São Francisco e renderam o comerciante Reginaldo José Gobato, de 37 anos. Eles levaram dinheiro, celulares e um notebook e fugiram em um Gol. Gobato perseguiu os criminosos por duas quadras e colidiu o seu carro na traseira do veículo onde estavam os quadrilheiros que o balearam na cabeça. Na fuga, os ladrões trocaram tiros com a Brigada Militar. Dois foram presos e um fugiu. Esta é a nossa rotina. A sociedade deve reagir exigindo maior segurança por parte do Estado, mas, frente a frente com bandidos, o cidadão deve reconhecer a sua fragilidade e entregar tudo em favor de sua vida.


Crime e castigo


Técnicos do DMAE encontraram, na manhã de ontem, o corpo carbonizado de um homem aparentando ter 20 anos. Ele estava próximo a uma subestação daquele órgão no bairro São José, Zona Leste de Porto Alegre. A Brigada Militar sustenta a hipótese de que o homem estava furtando fios e sofreu uma dascarga elétrica.
Postar um comentário