SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

PM DE 29 ANOS ASSASSINADO AO TENTAR SEPARAR BRIGA

A PLATEIA, 09/02/2014 - FACEBOOK



Rogério Correa Alves



O policial militar Rogério Correa Alves, de 29 anos, foi morto com 2 tiros de sua própria arma durante uma briga ocorrida na avenida Daltro Filho, frente ao campus da Urcamp em Sant’Ana do Livramento, na manhã deste domingo. Ao total, sete jovens já estão detidos por envolvimento no crime, sendo que o suspeito de ter atirado no PM, identificado como Tales, está internado no hospital Santa Casa de Misericórdia, onde está sendo operado em razão de uma fratura no maxilar inferior, ocorrida provavelmente durante a briga.

Informações extraoficiais dão conta de que o policial militar, à paisana, passava de moto pelo local da briga, por volta das 6h30min. De acordo com os relatos, ele avistou que um elemento agredia outros utilizando um capacete. Ele parou o veículo e chamou de seu celular para o número 190, da Brigada Militar, mas, sem esperar a chegada de reforços, resolveu intervir na briga na tentativa de separar o grupo. Acabou sendo agredido também e, mesmo após ter sido atingido pelos tiros e estar caído, continuou a ser chutado por alguns dos participantes da briga.

Uma testemunha relatou que o grupo de jovens já havia se envolvido em uma briga no interior de um clube social localizado próximo ao local, durante a madrugada. Após o final do baile, o grupo entrou em confronto mais uma vez. Cerca de 15 pessoas se envolveram na briga. Um dos envolvidos, inclusive, chegou a ser detido durante a madrugada mas, após o registro de Termo Circunstanciado, foi liberado e acabou retornando ao clube.

Após a morte do soldado Correa, o grupo, do qual fazem parte 2 menores de idade, fugiu em direção à vila Kennedy. Nas proximidades do Cemitério Público Municipal, invadiram o pátio de uma casa e tentaram pular o muro para fugir pelo Cemitério, mas foram detidos por patrulheiros da Brigada Militar que já estavam em seus encalços. O jovem que ainda está internado na Santa Casa e que é apontado pelos demais como sendo o autor dos tiros contra o brigadiano, chegou a tirar a camisa que usava e colocar uma outra, furtada do varal da casa invadida.

Filho de um conhecido comerciante de Livramento, Rogério Correa Alves era casado e tinha um filho de apenas 7 meses. Seu assassinato provocou grande comoção entre seus colegas da Brigada Militar em Livramento, que se mobilizaram e acompanharam todos os detalhes da identificação e detenção dos suspeitos envolvidos no crime. Lotado nas baias do 2°RPMon, ele era conhecido pela camaradagem. Chegou a integrar a Patrulha Escolar e pronunciou palestras para estudantes de escolas locais.

Ao amanhecer deste domingo, foi até a padaria de seu pai, Artêmio Braz, na vila Moysés Vianna, e dali seguiu para sua casa, na estrada Robledo Braz, próximo ao entroncamento com a BR 158. No caminho, avistou o grupo de jovens brigando e resolveu intervir. Com poucos anos de serviço na Brigada Militar, ele servia em Santa Maria e pediu transferência para Livramento, para ficar perto da família e porque aqui se sentia mais seguro. Seu corpo será velado pelos colegas, familiares e amigos no quartel do 2°RPMon, a partir do meio-dia deste domingo.


http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=112491


 

 






Postar um comentário