SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

PROTESTO CONTRA MORTES EM CONFRONTO TRANSFORMA RUA EM PRAÇA DE GUERRA

EXTRA 11/02/14 10:00

Protesto contra mortes em tiroteio com a PM transforma rua da Zona Oeste em praça de guerra


A correria na na Cândido Benício Foto: Thiago Lontra / Extra

Extra


A Rua Cândido Benício, na altura do Mato Alto, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, transformou-se numa praça de guerra na manhã desta terça-feira. Moradores do local fizeram uma manifestação e chegaram a fechar as duas pistas da via, por volta das 7h. Um ônibus, um caminhão, máquinas usadas nas obras da Transcarioca e um banheiro químico foram incendiados. O protesto, segundo o 9º BPM (Rocha Miranda), foi contra uma ação da Polícia Militar que terminou com dois mortos. Equipes do Batalhão de Choque (BPChq) foram para o local e conseguiram liberar a Cândido Benício por volta das 9h15m.

Os PMs desobstruindo a via Foto: Thiago Lontra / Extra



As duas mortes que geraram a manifestação ocorreram por volta de 1h. Segundo a versão da PM, uma equipe do 9º BPM passava pela Avenida dos Italianos, na altura da Fazenda Botafogo, Zona Norte do Rio, e desconfiou de duas motos com quatro ocupantes. Os suspeitos teriam resistido à abordagem a atirado contra a patrulha. Houve troca de tiros, que terminou na Rua das Turquesas, em Rocha Miranda, também na Zona Norte. Dois rapazes morreram e um terceiro ficou ferido. Ele foi levado para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. O quarto suspeito fugiu.

A carcaça do ônibus queimado pelos manifestantes Foto: Thiago Lontra / Extra



Ainda de acordo com a PM, os quatro são acusados de fazer assaltos e, com eles, foram encontrados um cordão de prata e de R$ 980 levados de uma vítima, que registrou o o caso na 40ª DP (Honório Gurgel). Os policiais apreenderam, ainda, uma pistola calibre 7.65 e as duas motos usadas na ação. A ocorrência foi registrada na 29ª DP (Madureira).

A chegada dos PMs do Batalhão de Choque Foto: Thiago Lontra / Extra






Postar um comentário