SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

PUBLICITÁRIO É EXECUTADO EM ASSALTO À LUZ DO DIA



ZERO HORA 25 de fevereiro de 2014 | N° 17715


ANDRÉ MAGS E LETÍCIA COSTA



NA PORTA DE CASA. Publicitário é morto na Capital

Lairson Kunzler, sócio da agência Paim, foi abordado na portaria de condomínio por dupla em moto que levou malote com dinheiro



Na última ligação que o advogado Fernando Magnus recebeu de seu primo e cliente, o publicitário Lairson José Kunzler, 68 anos, por volta das 10h de ontem, o vice-presidente de Relações com o Mercado da agência de publicidade Paim avisara que iria ao banco resolver um assunto pessoal antes de encontrá-lo para uma reunião. O encontro com o familiar nunca aconteceria: depois de sair da agência, Kunzler foi assassinado a tiros aproximadamente às 12h30min, quando entrava com seu Civic no condomínio onde vivia, na zona sul de Porto Alegre.

Opublicitário havia ido ao banco para receber parte do valor da venda de uma fazenda. Após deixar a agência bancária, o publicitário foi para casa.

O ataque de uma dupla em uma motocicleta ocorreu quando Kunzler freou o Civic em frente à cancela do Jardim do Sol, condomínio de classe alta na Avenida Cavalhada. Um porteiro do condomínio contou que o movimento de veículos é intenso no local.

Ao ser abordado, Kunzler acelerou o veículo, uma reação instintiva ou tentativa de fuga. Um dos criminosos, armado com um revólver calibre 38, atirou cinco vezes. Uma bala atingiu a cabeça da vítima. Depois de recolher o malote com dinheiro, a dupla fugiu.

O publicitário foi encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro, onde morreu.

Perícia recolheu impressões digitais de suspeitos do crime

A delegada Aurea Regina Hoeppel, da 6ª Delegacia da Polícia Civil (bairro Vila Assunção), investiga o caso. Ela supõe que Kunzler tenha sido seguido desde o banco. A forma como o atirador fez os disparos deixou uma certeza para a delegada:

– É coisa de profissional.

O caso é tratado como latrocínio (roubo com morte). Ainda ontem, começou a caça aos criminosos. A identificação da dupla pelas imagens das câmeras de segurança do condomínio não foi possível porque eles usavam capacetes. Mas a perícia obteve pistas no Civic – como digitais.


ATAQUE À LUZ DO DIA

Câmeras de vigilância gravaram o momento da abordagem em frente a condomínio na zona sul de Porto Alegre...

- No final da manhã, Kunzler vai até um banco, de onde sai com um malote com dinheiro.

- A vítima teria sido seguida por dois homens em uma moto, com capacetes, até chegar ao Jardim do Sol, condomínio na Av. da Cavalhada (foto).

- O Civic mal havia parado em frente à cancela quando o motoqueiro freou e o carona desceu, com um revólver calibre 38 em mãos. O criminoso praticamente se enfiou pela janela, anunciando o assalto.

- Enquanto o motoqueiro arrancava, o Civic avançou. Imediatamente, o bandido que estava a pé e abordara a vítima disparou cinco vezes.

- Atingido na cabeça, o motorista percorreu uns 20 metros condomínio adentro, raspando a lateral direita do veículo nas paredes e arrebentando a roda dianteira do mesmo lado, antes de parar.

- O criminoso correu até o carro e recolheu o malote. Depois, correu até a avenida, onde o motoqueiro aguardava. Ainda deixou cair o malote no caminho, mas pegou-o novamente e subiu na carona, fugindo.





JORNAL DO COMÉRCIO, 24/02/2014 - 17h25min

Publicitário Lairson José Kunzler morre em assalto em Porto Alegre


ANTONIO PAZ/ARQUIVO/JC

Kunzler era diretor de Relações com o Mercado da agência Paim

O publicitário Lairson José Kunzler, de 68 anos, morreu esta tarde, vítima de um assalto na zona sul de Porto Alegre.

De acordo com informações da Rádio Guaíba, ele estava chegando em sua casa, em um condomínio no avenida Cavalhada, na zona sul da Capital, quando foi abordado por dois assaltantes em uma moto. Os assaltantes teriam levado um envelope com dinheiro e disparado um tiro na cabeça de Kunzler.

O publicitário chegou a ser conduzido até o Hospital de Pronto Socorro, mas não resistiu.

Kunzler era sócio da Paim, uma das maiores agências de publicidade do Estado, onde exercia o cargo de diretor de Relações com o Mercado. Também atuava como secretário-geral do Sindicato das Agências de Propaganda do Rio Grande do Sul (Sinapro-RS).




Postar um comentário