SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 7 de março de 2014

BAIRRO TEM NOVE MORTES EM 26 DIAS


ZERO HORA 07 de março de 2014 | N° 17725


CARLOS ISMAEL MOREIRA

VIOLÊNCIA EM GRAVATAÍ



Uma adolescente de 14 anos é a nona vítima de assassinato em 26 dias no Rincão da Madalena, em Gravataí, na Região Metropolitana. Andriele Albrecht de Vargas estava na casa do namorado, na Rua das Flores, na Vila Maria, em Cachoeirinha, por volta das 20h de quarta-feira, quando a residência foi invadida por bandidos.

Avítima foi morta com pelo menos dois tiros, um deles na cabeça. No momento do crime, familiares do namorado de Andriele estavam na casa, mas nada sofreram. A principal linha de investigação da polícia é a ligação do crime com a morte de um jovem, de 19 anos, na terça, no Rincão.

Os atiradores fugiram. De acordo com os investigadores da 1ª DP de Cachoeirinha, as possíveis testemunhas têm medo de dar qualquer informação. A adolescente não possuía identidade, mas a família reconheceu o corpo no Departamento Médico Legal (DML) de Canoas.

A polícia ainda não sabe quantos criminosos realizaram o ataque nem como chegaram ao local. Conforme os investigadores, o corpo da menina foi retirado da casa em um carrinho de mão. A intenção seria jogar a vítima em um valão próximo, mas o corpo de Andriele acabou abandonado na rua. A polícia trabalha com duas linhas de investigação para a morte.

Ambas relacionam a morte com um assassinato, na terça-feira, no Rincão da Madalena, em Gravataí, onde Andriele morava com a família.

De acordo com a 1ª DP local, ela é familiar da namorada de Jair dos Santos Lopes, 19 anos, morto a tiros na Rua Bom Jesus, no Rincão. Ele teria sido chamado na frente da casa onde morava e morto a tiros por um trio.

Segundo a polícia, a morte de Jair poderia ter relação com o tráfico na região e, possivelmente, o assassinato de Andriele seria mais uma represália dos traficantes.

– Também é possível que tenha havido erro de alvo – disse o chefe de investigação da 1ª DP de Gravataí, Jair Soares.

As delegacias de Gravataí e Cachoeirinha devem trocar informações para tentar esclarecer as mortes.

Postar um comentário