SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 20 de março de 2014

BANDIDOS SEQUESTRAM OITO E MATAM UMA MULHER


Bandidos sequestram oito pessoas e matam uma mulher durante fuga. Vítimas foram abordadas em bairros das zonas Sul e Norte da cidade. Um dos sequestrados foi encontrado só de cueca

BRUNO AMORIM 
O GLOBO
Atualizado:20/03/14 - 10h32



RIO - Três homens fizeram uma série de sequestros nas zonas Sul e Norte, na madrugada desta quinta-feira, e mataram uma mulher durante a fuga. O primeiro sequestro foi feito em Honório Gurgel, na Zona Norte. Os bandidos que estavam em um Fox de cor branca roubado abordaram um Siena, fazendo seus ocupantes reféns. Um dos sequestradores passou a dirigir o veículo com as vítimas e seguiu junto com outros dois carros para a Lagoa.

No bairro da Zona Sul, os bandidos abordaram um Omega e passaram seus ocupantes para Siena. Depois de abandonar o carro na Lagoa, seguiram com os reféns para uma favela na Zona Norte, que não foi identificada pelas vítimas. Após roubarem as oito vítimas, os criminosos as obrigaram a voltar para o Siena e deixaram a favela, situada entre Ricardo de Albuquerque e Anchieta.

Quando passavam por Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte, foram avistados por uma equipe de policiais do 41º BPM (Irajá). Houve troca de tiros, e os dois criminosos que estavam no Fox fugiram. O terceiro bandido abandonou o Siena, com os reféns dentro, pulou o muro da linha férrea e atravessou os trilhos em direção à Pavuna. Os policiais foram até as vítimas, as identificaram e as encaminharam para a 31ª DP (Ricardo de Albuquerque), junto com o veículo recuperado.

Do outro lado da linha de trem, o criminoso tentou roubar mais um carro para continuar a fuga. No entanto, a motorista, identificada por policiais do 41º BPM apenas como Adriana, teria reagido e acabou baleada. Ela morreu no local, e o bandido fugiu a pé. A ocorrência foi encaminhada para a Divisão de Homicídios (DH), que enviou um equipe ao local para fazer a perícia.

— A equipe deu atenção às oito vítimas desse sequestro que não foi tão relâmpago assim. Os criminosos roubaram tudo deles. Um dos sequestrados foi encontrado só de cueca. Por conta do horário, não foram efetuados saques em caixas eletrônicos — disse o comandante do 41º BPM, tenente-coronel Luís Carlos Leal.

Postar um comentário