SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 15 de março de 2014

BRIGADA MONTA BARREIRAS


O SUL Porto Alegre, Sábado, 15 de Março de 2014.


WANDERLEY SOARES


Rituais militares antecedem o início das operações


Ontem, o CPC (Comando de Policiamento da Capital) iniciou a OFTE (Operação Força-Tática Especial) com direito à formatura, eminentemente militar, realizada às 22h30min no terminal Antônio de Carvalho, na avenida Bento Gonçalves, bairro São José. Tal operação se constitui de barreiras e ações de patrulha para coibir a violência e a criminalidade na Porto Alegre da Copa. Hoje a OFTE terá continuidade, sendo que a formatura será realizada às 22h30min na Esplanada do Vaticano, no bairro Azenha, também conhecida como a "rótula do Papa". Muito bom isso, embora as formaturas em praça pública sejam perfeitamente dispensáveis, pois servem de alerta para a bandidagem que, como o diabo, nunca dorme. Essas cerimônias, que não se aliam bem com a discrição que deveriam ter todas as ações policiais, ao que parece voltaram a se integrar na política da segurança pública da transversalidade. Sigam-me.


Nuvem


Embora operações como a OFTE tragam a marca da nuvem passageira, pois a Brigada Militar não tem efetivo suficiente para desenvolver um policiamento permanente não só em Porto Alegre e Região Metropolitana, mas também nos menores municípios gaúchos, é evidente que todo o esforço contra a bandidagem é bem recebido. Com parada ou sem parada, estarei observando, do alto da minha torre, com o otimismo de um humilde marquês, essas ações que, por ora, são mais para a Páscoa do que para a Copa.


Eldorado


Agentes da Delegacia de Polícia de Eldorado do Sul, apoiados pela Brigada Militar, prenderam vinte pessoas em operação realizada na manhã de ontem na cidade. Os policiais cumpriram treze mandados de busca e apreensão, e nove de prisão, contra quadrilha de tráfico de drogas. Um fenômeno ainda não bem estudado faz com que Eldorado do Sul, gradativamente, tenha se constituído em área preferida como sede de quadrilheiros.


Homenagem ao chefe


Na próxima quinta-feira, dia 20, a partir das 20h, a Asdep (Associação dos Delegados de Polícia do RS), promoverá sem sua sede social um jantar de confraternização e despedida do Chefe de Polícia Ranolfo Vieira Júnior. Devido à limitação de espaço, além das autoridades apenas os primeiros 150 inscritos (delegados) terão assento entre os comensais. Não fui informado se será instalado telão no lado de fora. Como é sabido, Ranolfo se desincompatibilizará do posto e da função de delegado para se candidatar a deputado estadual pelo PTB. No mesmo jantar, o delegado Ênio Gomes de Oliveira, sub-chefe atual, será recepcionado como o novo chefe da Polícia Civil do RS. Detalhe: Ranolfo é o primeiro chefe de polícia a ser homenageado ao sair do posto. Como dizem os estadistas de São Borja: "Não é poca porquera, tchê!".
Postar um comentário