SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

domingo, 2 de março de 2014

OITO ASSASSINATOS EM MENOS DE 10 HORAS



ZERO HORA 02 de março de 2014 | N° 17720


VIOLÊNCIA NO ESTADO. Dos crimes, sete foram na Capital e um em Taquara, no Vale do Paranhana


O feriadão de Carnaval começou com a criminalidade em alta em Porto Alegre. Entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado, foram assassinadas pelo menos oito pessoas no Estado – sete delas na Capital.

Na Vila Cruzeiro do Sul, três homens foram executados a tiros, perto da Rua Orfanotrófio. Eles estavam em uma praça quando foram atacados por um grupo de três a quatro homens armados com pistolas e revólveres. As vítimas foram identificadas como Carlos Oliveira D’ávila, Gustavo da Silva Bittencourt e Vinícius Vasconcelos Costa. Dois deles seriam moradores da Vila Planetário.

Conforme o delegado Rodrigo Garcia, da 4ª DHPP, o trio sofreu uma emboscada. Dois deles foram executados com mais de seis tiros, pelas costas.

No bairro Cristal, também na Zona Sul, outro homem foi morto a tiros. Isac Hilário da Silva Junior foi atacado por três homens perto da Rua Arapei. Isac chegou a entrar em beco para se esconder, mas foi alvejado por 12 tiros de pistolas e revólver. Um homem que passava pelo local acabou ferido na perna. Isac tinha antecedentes criminais e estaria armado.

Um dos mortos era apenado do semiaberto

No Morro Santana, na Zona Norte, os primos Rodolfo Endrigo Ribas Silva Oliveira e Cássio Daniel Oliveira da Silveira foram assassinados dentro de um táxi. Rodolfo era o motorista do carro, e Cássio estava sentado ao lado. Os disparos partiram do banco traseiro e atingiram a nuca das vítimas.

De acordo com as informações da 1ª DHPP, o crime seria uma vingança, pois nada teria sido roubado. Dentro do táxi foi encontrado cerca de R$ 1 mil. Cássio usava tornozeleira eletrônica, pois era apenado do regime semiaberto, condenado por tráfico de drogas.

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) monitora os passos dos presos com tornozeleiras, e a polícia pretende traçar o caminho percorrido pelas vítimas para tentar esclarecer o crime. A 1ª DHPP também investiga o assassinato de Fabrício Vargas, encontrado com um tiro na cabeça no bairro Lomba do Pinheiro.

Em Taquara, no Vale do Paranhana, um homem foi encontrado morto, atingido por cerca de 10 tiros. O corpo da vítima, com idade entre 20 e 25 anos, estava nas proximidades de um balneário.
Postar um comentário