SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 12 de março de 2014

POLÍTICO É ASSASSINADO NO INTERIOR DO RS



ZERO HORA 12 de março de 2014 | N° 17730


CRIME NA SERRA. Político é assassinado em Flores da Cunha




Encontrado morto na manhã de ontem, em Flores da Cunha, José Luis de Souza, conhecido como Zé do Brique, exercia a função de diretor da Secretaria de Obras e Viação do município, além de já ter ocupado o posto de vereador entre 2008 e 2012 pelo PSB. O político foi assassinado a tiros no final da madrugada. O crime aconteceu na Rua Heitor Curra, no bairro São José.

A vítima estava dentro do carro, às 7h, em frente à garagem de máquinas da prefeitura. De acordo com a Brigada Militar, Souza segurava folhas de cheques quando foi alvejado – não se sabe se algo foi levado. No horário do crime, o portão do estacionamento estava fechado e nenhum funcionário da prefeitura presenciou o assassinato.

Segundo a delegada de Flores da Cunha, Aline Martinelli, serão investigadas as hipóteses de homicídio e de latrocínio (roubo com morte). Preliminarmente, pelo menos cinco disparos que atingiram o vidro do carro, na lateral esquerda, foram identificados. A maioria deles teria acertado o rosto da vítima.

– Já recolhemos as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar veículos ou suspeitos. O que notamos por elas, até o momento, é que um homem subia a rua momentos após os tiros. Tentaremos localizá-lo para colhermos o depoimento – informa a delegada Aline.

Prefeito pedirá agilidade nas investigações do homicídio

Na última eleição, o escultor e pintor natural de São José do Ouro concorreu a vereador, alcançando a primeira suplência com 544 votos. Em 2010, chegou a concorrer a deputado estadual. O prefeito Lídio Scortegagna (PMDB) foi um dos primeiros a chegar à cena do crime, por morar nas proximidades das garagens da prefeitura.

– O Zé era nosso parceiro, meu amigo. Além de funcionário, era meu companheiro. Era um cargo de confiança. Ele ajudou a consolidar a coligação com o PSB, sempre soube se posicionar. Vou pedir à polícia agilidade na apuração dos responsáveis e no esclarecimento do caso – declarou Scortegagna.

Secretário de Obras e Viação e vice-prefeito, Almir Zanin lamentou a perda do amigo Brique e comentou a origem do apelido.

– A gente era amigo pessoal e partidário. Companheiro de ir na casa um do outro. Ele vivia fazendo uns negócios com carros por toda a cidade – lembra Zanin.
Postar um comentário