SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 6 de março de 2014

QUADRILHA DE MENORES ASSALTA LOJA E LEVA 200 MIL EM ELETRÔNICOS

ZERO HORA 05/03/2014 | 19h06

Bandidos passam quatro horas em loja e levam R$ 200 mil em eletrônicos. Câmeras de segurança do estabelecimento registraram toda a ação dos assaltantes, a maioria menores de idade



Supervisora da loja mostra televisor avaliado em R$ 4 mil que os bandidos separaram para levarFoto: Charles Dias / Especial


Micheli Aguiar



O feriado de Carnaval foi de prejuízo para uma loja autorizada da Samsung, emNovo Hamburgo, no Vale do Sinos. Bandidos levaram cerca de R$ 200 mil em produtos de clientes que estavam na assistência técnica.

Durante quatro horas, cinco assaltantes, quatro deles menores de idade, ficaram no estabelecimento e revezavam o carregamento de 150 smartphones, 40 televisores,40 notebooks, 40 câmeras fotográficas e seis mini system. Toda a ação foi registrada pelo sistema de câmeras do local.

Os bandidos tinham como alvo um conjunto comercial, que fica na Rua Marcílio Dias, uma das mais movimentadas da cidade. Eles forçaram as portas das seis lojas do conjunto, mas só conseguiram entrar na assistência técnica.

As câmeras de segurança do estabelecimento mostram que um homem, aparentemente maior de idade, entrou pela porta lateral e foi direto na central de alarme que, desligada, não acionou a empresa de segurança terceirizada. Na sequência, os quatro menores chegam ao local e começam a levar os aparelhos.

– Eles tiveram um tempo considerável dentro da loja e, para nosso conforto, a maioria dos produtos que eles levaram precisava de conserto – afirma a supervisora da loja, Daniela Steimetz, que lamenta o seguro da empresa não cobrir todo o prejuízo. – Certamente teremos que ressarcir nossos clientes, pois o seguro não cobrirá muita coisa.

Para carregar os produtos furtados, o bando usou um veículo, ainda não identificado pela polícia. O carro ficou estacionado na Rua Padre Chagas, cerca de 300 metros do local do roubo. Os assaltantes também usaram o pátio de uma residência para depositar os aparelhos.

Nem mesmo saindo pela rua com os televisores de 50 polegadas eles chamaram a atenção. As câmeras mostram que até uma viatura da Brigada Militar (BM) passou pelo local e não percebeu a movimentação.

O grupo só foi descoberto pela BM às 3 horas da madrugada de terça-feira, após a dona da residência, usada como depósito pelos bandidos, desconfiar da movimentação e acionar a polícia. A BM conseguiu apreender os adolescentes em flagrante, mas como eles são menores de idade, os quatro foram soltos poucas horas depois de presos.

De acordo com o inspetor José Urbano Lourenço, o bando já é conhecido da polícia. Os jovens são moradores do bairro Canudos e fazem parte de uma gangue conhecida como Bonde do Cabelo Amarelo.

– Eles são bem jovens, têm entre 13 e 16 anos. Cometem crimes de furto e roubo e, provavelmente, são aliciados por bandidos maiores de idade, que não querem ser presos.


MICHELI AGUIAR
Postar um comentário