SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

NOITE VIOLENTA


ZERO HORA 30/04/2014 | 11h42

Noite violenta registra oito mortes em Sorocaba, em São Paulo. A Polícia Civil registrou 13 homicídios na cidade desde domingo




Oito pessoas foram assassinadas em quatro pontos diferentes de Sorocaba, em São Paulo, entre a noite de terça-feira e a madrugada de quarta. Nesta manhã, três corpos foram localizados dentro de uma perua carbonizada em uma estrada rural da cidade. Ao todo a Polícia Civil investiga 13 homicídios registrados na cidade desde o domingo, quando um policial militar foi morto e outro baleado por criminosos.

Na noite de terça, cinco pessoas que estavam em um bar, no bairro Paineiras, foram baleadas por dois homens em uma moto. Três morreram e dois ficaram feridos. Também na noite de terça, no bairro Itanguá, três pessoas que estavam em uma viela foram baleadas, uma delas, menor de idade, morreu. No mesmo horário, na Vila Hortência, um aposentado e um vigilante foram baleados por dois homens em uma moto. O aposentado morreu.

Na manhã do mesmo dia, a polícia havia localizado três corpos em uma casa da Vila Nova Sorocaba. As vítimas foram mortas com características de execução. O crime teria ocorrido na noite de segunda. No Jardim Casa Branca, outros dois homens de 26 anos foram mortos entre a noite de domingo e madrugada de segunda.

A polícia acredita que esses dois crimes podem ter relação com o tráfico de drogas. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) apura a relação das 13 mortes com o assassinato do soldado da Polícia Militar Sandro Luiz Gomes, de 35 anos, morto durante um patrulhamento, no domingo, 27, na zona norte de Sorocaba.

O soldado patrulhava o bairro Paineiras na companhia do sargento Antônio Correa Júnior, quando os ocupantes de um carro fizeram 16 disparos contra a viatura. Gomes morreu com um tiro na cabeça. O sargento foi atingido no pescoço, mas o tiro pegou de raspão. O suspeito do assassinato foi preso na manhã de terça-feira em uma operação das polícias civil e militar em Itapeva, distante 180 quilômetros de Sorocaba.


AGÊNCIA ESTADO

Postar um comentário