SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

O DISCURSO INCORRETO




WANDERLEY SOARES




O SUL Porto Alegre, Sábado, 24 de Maio de 2014.

Não deveria partir do comando a desconfiança sobre o espírito profissional da família brigadiana


Durante a apresentação do efetivo da Brigada Militar que atuará em Porto Alegre durante a Copa do Mundo, realizada no auditório Araújo Vianna, o discurso que maior reação - aplausos - teve entre os convidados para o evento foi o do subcomandante-geral da corporação, coronel Silanus Serenito de Oliveira Mello, no momento em que ele afirmou: "Se houver paralisação na Brigada Militar, o Exército irá assumir as funções de policiamento ostensivo". Ocorre que há uma manifestação programada para o próximo dia 30, com concentração em frente à estátua do Laçador, às 17h, sobre a qual cartazetes estão sendo distribuídos com as palavras de ordem: "Sem polícia não tem Copa! A hora é agora". Permito-me, sobre esta moldura, como um humilde marquês, aqui da minha torre, traçar rápidas observações. Sigam-me


Isanidade


Nenhum brigadiano, a não ser em estado de plena insanidade, sequer pode pensar em uma paralisação de sua missão, seja durante a Copa, seja durante qualquer outro evento, maior ou menor, que envolva a comunidade gaúcha. E seria pieguice entrar em detalhes sobre isso, pois respeito a inteligência dos meus leitores e o espírito da milícia do Rio Grande. Permito-me ainda, de outra banda, sobre o discurso de Silanus, dizer que ele foi politicamente (como está em voga dizer) incorreto. No momento em que o governador, o secretário de Segurança Pública e o Comando da Brigada Militar tiverem alguma dúvida sobre a responsabilidade assumida pela família brigadiana não perante a eles, os palacianos, que são passageiros, mas perante a sociedade gaúcha, então, realmente, estaremos todos sem Norte, sem sobrar nem mesmo as trajetórias transversais


Denarc (1)


O delegado de polícia Marcelo Moreira da Silva é novo diretor do Denarc (Departamento de Investigação do Narcotráfico). O chefe da Polícia Civil, delegado Guilherme Yates Wondracek, discretamente, monta a sua equipe sem causar suspense


Denarc (2)


Agentes do Denarc prenderam, ontem, um jovem, dotado de tornozeleira eletrônica, que traficava drogas sediado em um apartamento da rua Riachuelo, no Centro Histórico da Capital. Sem a pretensão de ter ideia definitiva, tenho dito que a tornozeleira eletrônica funcionaria perfeitamente em delinquentes suíços, na Suíça


Molotov


Diversos processos que estavam na sala de arquivos do Conselho Tutelar de Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foram destruídos pelo fogo na madrugada de sexta-feira. O local foi atingido por um incêndio criminoso provocado pelo lançamento de um coquetel molotov. Alvorada não está nem será guarnecida pela tropa da Copa.


COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Em relação às tornozeleiras, como tudo neste país as boas ideias são executadas dentro de estrutura precária e assistemática, distantes dos deveres e da realidade de quem aplica e cria as leis. Assim, segue o improviso desperdiçando investimentos, inutilizando os esforços e acabando com os objetivos.
Postar um comentário