SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

ASSALTOS TRANSTORNAM COLÉGIOS DE POA

ZERO HORA 12/06/2014 | 06h01


Assaltos transtornam colégios tradicionais em Porto Alegre. Série de roubos teve caso mais grave na terça-feira, com tiroteio entre bandidos e Brigada em escola


por Humberto Trezzi



Diante do ambiente de ameaça, instituições educacionais buscam reforçar a segurançaFoto: Fernando Gomes / Agencia RBS


A tranquilidade de uma das áreas de Porto Alegre que concentra colégios de renome tem sido abalada pela ação de ladrões. Uma série de assaltos nos últimos meses marcou o triângulo formado pelas escolas Anchieta, Monteiro Lobato e Província de São Pedro, no bairro Boa Vista, na Zona Norte.

Em abril, houve duas ocorrências. Numa, ladrões armados levaram um carro. Noutra, roubaram a bolsa de uma mulher, em frente à criança de cinco anos que ela levava para a escola. Os dois casos ocorreram na Rua 14 de Julho e próximo à Praça Ephrain Pinheiro Cabral, entre os colégios Monteiro Lobato e Província de São Pedro.

O mais recente se deu nesta semana. Na manhã de terça, um tiroteio entre bandidos e Brigada Militar ocorreu a menos de cem metros do Província de São Pedro. Dois ladrões tentaram roubar o carro de uma mulher que chegava ao local para deixar seus dois filhos na escola. Ao presenciar o crime, um policial militar à paisana deu voz de prisão aos assaltantes, que começaram a disparar. O PM revidou. Ninguém ficou ferido.

Uma mulher que testemunhou o assalto postou seu pavor numa rede social: "Depois de deixar M. (a filha) na escola, presencio um tiroteio na Marechal Andrea com 14 de Julho. Foi tudo na minha frente, não tinha como fugir, pois estava tudo engarrafado. O ladrão passou ao meu lado de arma em punho e se escorou ao meu lado! Achei que ia pegar meu carro para fugir!"

O colégio prestou assistência à mãe vítima do assalto e solicitou que os pais tenham cuidado nas ruas próximas à escola na hora de estacionar para deixar os filhos.

– Nossa preocupação maior é a vida, ensinar para a vida. Agora, da porta para fora, vemos esse ambiente de ameaça. Infelizmente, algo tem de ser feito – desabafa o diretor-administrativo da escola, Guilherme Peretti.

Comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar, que patrulha esta área da Zona Norte, o tenente-coronel Eduardo Biacchi Rodrigues admite que a região é alvo preferencial de ladrões de automóveis. Foram 895 veículos roubados na área do batalhão nos cinco primeiros meses de 2013, número reduzido para 692 no mesmo período deste ano.

Contribuíram para a diminuição a criação de uma patrulha escolar e também o patrulhamento feito por policiais à paisana. Com relação ao bairro Boa Vista, não está entre os mais visados pelos criminosos: somente 2% dos veículos foram roubados ali.

– Vamos reforçar o policiamento da região – diz Biacchi.
Postar um comentário