SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

ASSALTO A CARRO FORTE TERMINA EM TIROTEIO E TRÊS BANDIDOS MORTOS

ZERO HORA. Atualizada em 06/06/2014

por Vanessa Kannenberg

ERS-400. Tentativa de assalto a carro forte termina em tiroteio e três mortos.  Brigada Militar e Polícia Civil está com cerco montado na região de Candelária e Passa Sete.  As vítimas seriam todas assaltantes.



Foto: Vanessa Kannenberg / Agência RBS


Uma tentativa de assalto a carro forte teria culminado em um tiroteio entre criminosos e policiais na ERS-400, no limite entre Candelária e Passa Sete, no Vale do Rio Pardo. Segundo informações preliminares da Brigada Militar de Sobradinho, três assaltantes morreram no confronto com policiais civis. Um quarto bandido fugiu, mas foi encontrado pela polícia baleado em um mato, próximo ao local da troca de tiros.

A Delegacia Especializada de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Santa Cruz do Sul e a Delegacia de Roubos (Deic) de Porto Alegre já estava monitorando a quadrilha há mais de um mês. A polícia tinha informações de que eles podiam atacar a qualquer momento.


O grupo de assaltantes estava em um caminhão, quando colidiu com o carro forte. Um das equipes passava pela estrada no momento do acidente, foi quando começou o tiroteio. Nenhum policial ficou ferido.

Entre os mortos estava Carlos Ivan Fischer, o Teco, conhecido pela polícia por ataque a caro forte e uso de explosivos. O bandido fazia parte da quadrilha do Seco, e estava na condicional, acusado de roubo.

— O Teco é nosso conhecido antigo, mas de tão meticuloso e astuto, raras vezes foi pego — disse o Chefe de Investigação do Deic, Rafael Scott Marinho.

A operação foi coordenada pela Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais. De acordo com o major Aílton Azevedo, que participa do cerco aos criminosos, os assaltantes teriam usado um caminhão para parar o carro forte, mas não teriam conseguido efetuar o roubo.
Postar um comentário