SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

COM AS PRÓPRIAS MÃOS


Taxista assaltado captura ladrão na zona norte de Porto Alegre. Três homens teriam tentado ataque no Bairro Jardim Itu, mas motorista conseguiu deter um dos assaltantes

por Carlos Ismael Moreira, ZERO HORA 27/06/2014 | 00h02



Um taxista assaltado conseguiu capturar um dos criminosos que o atacaram na noite desta quinta-feira, no bairro Jardim Itu Sabará, na zona norte de Porto Alegre. Outros dois comparsas conseguiram fugir a pé.

De acordo com o 20º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a tentativa de assalto aconteceu por volta das 21h30min. O trio embarcou no táxi em frente a um supermercado na Rua Gomes de Freitas, no mesmo bairro, próximo ao triângulo da Avenida Assis Brasil. A corrida seguiu até a Rua Jenor Cardoso Jarros, onde os criminosos, que segundo a Brigada Militar (BM), não estavam armados, tentaram roubar o dinheiro do taxista.

O condutor teria resistido ao ataque e os três assaltantes teriam saído do veículo, fugindo um para cada lado. O taxista teria corrido atrás de um deles e conseguido capturar o homem. Os outros dois conseguiram escapar. Pelo rádio, o motorista pediu apoio de outros colegas, e pelo menos 10 táxis teriam ido até o local.

Em seguida, a BM foi avisada e enviou uma guarnição para deter o suspeito. Os policiais encontraram o homem lesionado, mas os taxistas não admitiram que o tivessem agredido. O homem, que ainda não teve a identidade confirmada pela polícia, foi encaminhado para o Hospital Cristo Redentor para receber atendimento. De lá, seria apresentado na Academia Integrada da Segurança Pública (Acisp), onde o taxista vítima já aguarda para ser ouvido.

Ainda não há confirmação sobre como o caso será registrado. O nome do taxista também não foi informado pela BM.
Postar um comentário