SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 17 de junho de 2014

FORAGIDO SEMIABERTO EXECUTA VÍTIMA QUE TENTOU REAGIR A ASSALTO




DIÁRIO GAÚCHO, ZERO HORA 17/06/2014 | 01h27


Homem é morto em tentativa de assalto em Novo Hamburgo. Criminoso era foragido do regime semiaberto



Uma tentativa de assalto acabou com morte na noite desta segunda-feira no bairro Boa Vista, em Novo Hamburgo. A vítima foi um homem de 32 anos.

Conforme a Polícia Civil, um homem armado invadiu o pátio da residência, localizada na Rua Belo Horizonte, no momento em que a esposa e a filha da vítima chegavam, por volta das 19h. Ele teria abordado a mulher colocando a arma na sua cabeça.

Ao presenciar a cena, a vítima, que estava na casa, entrou em luta corporal com o criminoso. Na confusão, o suspeito acabou efetuando cinco disparos. Um deles atingiu o peito do homem, que foi encaminhado ao Hospital Regina, mas não resistiu e acabou morrendo.

Ronaldo da Rosa Moreira, foragido do semiaberto, foi preso depois de ser atropelado durante a fuga. Ele foi levado sob custódia para o Hospital Geral.

A polícia não divulgou a identidade da vítima.



Primeiro suspeito de participar de assassinato em hospital é preso em São Leopoldo. Crime causou pavor em em pacientes e funcionários de instituição


A Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira o primeiro suspeito da morte de um homem de 29 anos que estava internado em um hospital de São Leopoldo na quinta-feira.

Preso no bairro Feitoria, o suspeito, de 32 anos, teria ajudado um homem de 21 anos que está foragido, a entrar no local e cometer o crime.

O crime causou pavor em pacientes e funcionários do Hospital Centenário. Saul de Almeida Gonçalves foi morto a tiros, na frente de três pessoas. Ele havia sido levado ao hospital depois de ser ferido por quatro tiros na madrugada de quinta-feira. Depois de passar por uma cirurgia, ele foi encaminhado a um quarto, aonde aconteceu o crime.

Postar um comentário