SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

MODELO A TODA A TERRA

O SUL Porto Alegre, Domingo, 01 de Junho de 2014.


WANDERLEY SOARES

Uma sugestão contra a violência e a criminalidade.


Em meu espaço, ontem, registrei que 31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco, evento criado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Como ex-fumante, não neurótico, dou força contra o tabaco a começar pelo fedor que exala das pessoas que curtem este costume tribal, sendo ele a iniciação para o consumo de todas as demais drogas lícitas e ilícitas

Sobre tal manifestação de minha torre, recebi mensagem do meu amigo José Francisco Mallmann, delegado aposentado da Polícia Federal e ex-secretário da Segurança Pública do RS, do governo Yeda Crusius, e militante de ponta contra a violência e a criminalidade. Ao veicular a mensagem de Mallmann aponto que foi ele quem lançou com sucesso, para o Rio Grande e para o País, a ideia da "lei seca". Nesta moldura, sigam-me


Façanha

"Caro Wanderley, continuo lendo tua coluna. A OMS deveria também instituir o Dia Mundial Sem Álcool! Segundo ela mesma divulgou, recentemente (12/05/14), o álcool, em 2012, foi causador de 3,3 milhões de mortes no mundo pelo seu uso excessivo e que não apenas gera dependência, mas também pode levar ao desenvolvimento de outras 200 doenças. A minha sugestão para nossos vereadores é de se editar uma lei implantando O dia de Porto Alegre Sem Álcool. Seria o 1 dia de cada mês, proibindo a venda desta droga lícita. Esta experiência vai mostrar, de plano, nesse dia, a redução em 50% da violência. Seria o laboratório para a restrição da venda do álcool a partir da meia-noite, quando ninguém mais bebe com moderação e as tragédias começam a acontecer. Porto Alegre, sem álcool, um dia, será uma "façanha" que servirá de "modelo a toda terra"!"


Lajotas e PMs


Os remendos nas calçadas da avenida Borges de Medeiros, especialmente sob o viaduto Otávio Rocha, Centro Histórico da Capital gaúcha, um dos caminhos obrigatórios para o Beira-Rio, estão sendo executados a toque-de-caixa. A previsão é de que as lajotas não se esfacelem até o final da Copa. No mesmo trecho, já se pode notar a presença de PMs em treinamento durante o dia


Decisões do Piratini


Deu no Diário Oficial do Estado: "O coronel Roget Kopczynski da Rosa; o tenente coronel Alexandre Zeleniakas Correa; o tenente coronel Silvio Marcant Engelsing; o major Eder Volnei Fagundes Lara; o major Jeferson Francisco Ecco; o tenente Jorge Luiz Beckers; o sargento Getulio Wild de Moraes; o sargento João Eloir Oziak Pereira e o soldado Dionatas Santos de Souza foram prorrogados na Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos; a soldado Ana Paola Dala Barba no Gabinete do Governador; o capitão Luis Omar Carvalho Rodrigues na Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social;...
Postar um comentário