SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 10 de junho de 2014

TRÁFICO DURANTE A COPA

O SUL. Porto Alegre, Terça-feira, 10 de Junho de 2014.




Contra as drogas, será redobrado o trabalho dos órgãos de inteligência.


Mesmo com todo o aparato da polícia ostensiva que começa a funcionar, durante o dia, em Porto Alegre, especialmente nas áreas em que presumivelmente haverá maior circulação de turistas, os serviços de inteligência da segurança pública terão árdua tarefa no controle da ação de traficantes. Porto Alegre deverá multiplicar os consumidores de drogas, como acontece no País inteiro em todos os espetáculos que reúnem multidões. No tráfico, a disputa por territórios é ruidosa e sangrenta, mas a comercialização é silenciosa e conta, inclusive, com a cumplicidade fiel dos consumidores. Os ataques de maior porte poderão ocorrer fora do cinturão de força que cercará a área governada pela dona Fifa. Por evidência, segundo este humilde marquês pode alcançar, todos os movimentos das organizações direta ou indiretamente ligadas à segurança pública do Estado foram friamente calculados. A sociedade, no entanto, além da tensão natural relativa à performance do time de Felipão, está torcendo pelo melhor contra a bandidagem, mas sem alcançar, ainda a convicção plena. Quando a bola rolar, tudo se definirá


Fogo


Órgãos de segurança serão recomendados pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual a não usarem armas de fogo em eventuais protestos em Porto Alegre durante a Copa do Mundo. A recomendação vai ser feita ao Exército e às Polícias Civil, Militar e Rodoviária. De acordo com o comandante do 9 BPM, tenente coronel André Luiz Cordova, a orientação nada mais é do que a recomendação que cada policial já recebe e que já foi usado durante os protestos do ano passado. Aqui da minha torre, reconheço a validade permanente destas recomendações em relação aos movimentos sociais. No entanto, em relação aos profissionais da bandidagem, são eles, os bandidos, os primeiros a abrir fogo contra policiais e mesmo no ataque a cidadãos comuns


Maconha


Policiais do 11 BPM, na manhã de ontem, em Porto Alegre, na Avenida Polar, bairro Jardim Floresta, prenderam dois homens por tráfico de drogas. Os bandidos estavam em uma motocicleta Honda CG 125 e portavam meio quilo de maconha, ou seja, uma pontinha do que está chegando na Capital


Liberdade


Os mutirões carcerários do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) soltaram, neste ano, mais apenados do que em todo 2013. Com a revisão dos processos, 2,4 mil detentos foram libertados. No ano passado, foram 2,1 mil. No Presídio Central de Porto Alegre, dos 3.494 casos analisados, 178 resultaram em soltura de cidadãos


Alquimia


Eis uma informação que merece ser analisada sem pressa e com poderosa lupa especial para números estatísticos. Segundo a Brigada Militar, em seu site, mesmo com o deslocamento de 2 mil PMs do interior para a Capital para atuarem no policiamento ostensivo durante a Copa, 74% dos municípios gaúchos tiveram aumento de seus servidores, 18% mantiveram o contingente e apenas 8% sofreram redução no efetivo. Realmente, uma alquimia próxima do milagre da multiplicação dos pães
Postar um comentário