SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

VÍTIMAS DA INSEGURANÇA

O SUL Porto Alegre, Sexta-feira, 13 de Junho de 2014.


WANDERLEY SOARES


Contra bandidos mascarados policiais sofrem humilhação



Um policial militar da reserva, de 56 anos, foi flagrado vendendo drogas no bairro Guajuviras, em Canoas, na Grande Porto Alegre. O ponto de vendas de entorpecentes era investigado havia um mês pela Polícia Civil. Foram apreendidas buchas de cocaína, tipo escama de peixe, e maconha. Nada de extraordinário nisto, pois, aqui da minha torre, sempre aponto que a linha que separa a lei e o crime é tênue, pois que os dois lados trocam, permanentemente confidências. Neste jogo, as probabilidades do agente da lei deslizar para o crime são sempre maiores do que as do bandido se tornar um samaritano. Ocorre que a assistência psicológica é praticamente inexistente nas organizações policiais, além do fato de que, sob a pressão da estrutura hierárquica indisciplinada, os processos de assédio moral nelas existentes são constantes, invisíveis e dolorosos


Arrisco afirmar que as primeiras vítimas da incompetência do governo em estruturar e manter uma estrutura sólida e crescente na segurança pública são os próprios profissionais da esquálida estrutura existente. Agora, por exemplo, em Porto Alegre, o governo, ao vestir uma capa hipócrita libertária, faz com que os profissionais da segurança sejam humilhados por vândalos e bandidos mascarados que, simplesmente, se divertem em quebra-quebras aterrorizando os cidadãos de bem. Enfim, desde que a dona Fifa não seja incomodada, o resto é o resto.


Sequestradores


Cinco sequestradores foram presos no Vale dos Sinos. São quatro homens e uma mulher com antecedentes por roubo e tráfico de drogas. As prisões ocorreram após uma adolescente de 14 anos ser sequestrada. O irmão da menina, com dez anos de idade, conseguiu fugir. Os dois são filhos de um empresário do ramo de veículos na cidade de Dois Irmãos. Segundo a polícia, o bando também sequestrou uma jovem em Campo Bom, em maio deste ano, filha também de um empresário no ramo de veículos. O sequestro é, sempre, uma ação de caráter hediondo


Idosos


Há oito anos foi instituído em 15 de junho o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data foi criada em 2006 pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa com o objetivo de promover a conscientização sobre o crescente número de idosos que são acometidos por algum tipo de violência. Além disso, acender a discussão em busca de recursos e estratégias que atuem de forma a proteger os velhos. Frequentemente os agressores são familiares das vítimas o que pode dificultar a notificação da violência, devido à ligação física e emocional do idoso com seu algoz. Evidentemente que no rol das vítimas não estão incluídos velhos como José Sarney e Paulo Maluf

Postar um comentário