SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

ADOLESCENTE É EXECUTADO COM 20 TIROS



DIÁRIO GAÚCHO 15/07/2014 | 19h06

Adolescente é executado com 20 tiros na Vila Cruzeiro. Adilson Alves da Mota, 16 anos, foi assassinado na madrugada desta terça-feira




Uma execução violenta marcou a madrugada de ontem na Rua Dormênio, na Vila Cruzeiro, Bairro Santa Tereza, na Zona Sul de Porto Alegre. Por volta da 1h, o adolescente Adilson Alves da Mota, 16 anos, foi morto com pelo menos 20 tiros de pistola .380 e 9mm - oito deles na cabeça - na entrada de um dos becos da vila.

De acordo com o delegado Rodrigo Pohlmann, da 4ª DHPP, o adolescente esperava para se encontrar, supostamente, com a namorada naquele local quando três homens teriam se aproximado dele com um carro não identificado pela polícia. Eles teriam descido do veículo atirando contra Adilson, que não teve possibilidade de reação.

A primeira suspeita da polícia é de algum tipo de acerto de contas, mas não houve testemunhas dispostas a relatar o fato no local do crime.

Em um dos bolsos da vítima, foi encontrado um alvará de liberação. Ele havia saído da Fase há uma semana. Em maio, Adilson havia sido apreendido duas vezes por porte ilegal de arma, sempre no Bairro Santa Tereza. Ele não estava armado no momento em que foi morto.


DIÁRIO GAÚCHO
Postar um comentário