SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 19 de julho de 2014

ASSALTO A ÔNIBUS TERMINA COM DOIS MORTOS E UM FERIDO


Assalto a ônibus termina com dois mortos e um ferido na Zona Portuária. Passageiro que estava armado dentro do coletivo disparou contra assaltantes

POR ALESSANDRO LO-BIANCO
O GLOBO 19/07/2014 11:30


Motorista parou o coletivo na altura da passarela 3, na Avenida Brasil, onde acionou a polícia após a tentativa de assalto - Fernando Quevedo / Agência O Globo

RIO — Uma tentativa de assalto dentro de um ônibus executivo da Viação Pégasos, que faz a linha Castelo-Campo Grande, deixou dois suspeitos mortos e um passageiro baleado na noite da sexta-feira, no bairro do Caju, na Zona Portuária do Rio. De acordo com informações da sala de operações do Batalhão de Vias Especiais (BPVE), a tentativa frustrada de assalto terminou por volta das 23h, na altura da passarela 3, na Avenida Brasil, no sentido Zona Oeste.

Segundo informações da Divisão de Homicídios (DH), os dois suspeitos teriam embarcado no coletivo na Rodoviária Novo Rio, pagaram as passagens e, quando o motorista deu a partida, anunciaram o assalto. Um passageiro que estava armado reagiu e houve uma troca de tiros dentro do coletivo. Um dos assaltantes foi atingido, não resistiu ao ferimento e morreu no corredor do ônibus. O outro suspeito, que também foi ferido durante a troca de tiros, teria fugido ao pular do ônibus. Mas de acordo com o depoimento de Marcos Pires, motorista do coletivo, o passageiro armado foi atrás do criminosos, que foi encontrado morto logo em seguida, na Avenida Francisco Bicalho, sentido Rodoviária, na altura da Estação da Leopoldina. Um revólver calibre 22 foi apreendido.

— Nunca havia passado por isso na minha vida. Depois que abri a porta do ônibus e um deles pulou. Vimos que o outro assaltante já estava morto. Então parei o ônibus na Avenida Brasil e acionei a polícia — relatou o motorista.

Um passageiro foi atingido por um tiro e levado para o Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). Willian Lima Machado, de 23 anos, foi encaminhado para o Hospital Federal de Bonsucesso. Ele foi atingido com um tiro de raspão nas costas, foi atendido no hospital e recebeu alta na manhã deste sábado.

Testemunhas contaram que no momento da troca de tiros houve pânico generalizado entre os passageiros. No momento em que começou a troca de tiros, o bandido que chegou a sair do coletivo foi atingido por um disparo no braço e ordenou que o motorista abrisse a porta do veículo ainda em movimento. Ele pulou na pista na altura da subida do Gasômetro, onde o atirador também desembarcou em seguida. Segundo informações do BPVE, o corpo do suspeito foi encontrado logo depois sem a mochila com os pertences roubados. O passageiro armado ainda não foi identificado.

Equipes da Divisão de Homicídio (DH) foram acionadas e periciaram o coletivo e também o local onde o corpo do segundo suspeito foi encontrado. Ainda não há informações se o passageiro que reagiu ao assalto era um policial à paisana. A DH aguarda um laudo pericial que esclarecerá se o suspeito encontrado morto após desembarcar do ônibus foi assassinado, ou morreu em razão de alguma possível queda ao saltar do coletivo. A polícia também solicitou à empresa de transportes as imagens das câmeras do circuito interno de segurança do coletivo. Até o final da madrugada deste sábado, os dois suspeitos mortos ainda não haviam sido identificados pela polícia.



Read more: http://oglobo.globo.com/rio/assalto-onibus-termina-com-dois-mortos-um-ferido-na-zona-portuaria-13312046#ixzz37vfDiSKk
Postar um comentário