SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

EMPRESÁRIO É MORTO COM UM TIRO NA FRENTE DA ESPOSA

DIÁRIO GAÚCHO, 02/07/2014 | 12h23


Latrocínio. Empresário é morto com um tiro na cabeça na frente da esposa em Sapiranga. Claudionir Fernandes da Silva, 44 anos, foi abordado por dois homens em um motocicleta enquanto colocava o lixo na rua


Micheli Aguiar


Um empresário foi morto durante um assalto no início desta quarta-feira em Sapiranga, no Vale do Sinos. Claudionir Fernandes da Silva, 44 anos, foi baleado em frente de casa enquanto coloca o lixo na rua. Ele foi alvejado com um tiro na cabeça e não resistiu.

De acordo com o delegado Ernesto Clasen, dois homens chegaram em uma moto e pediram dinheiro ao empresário, que negou ter qualquer quantia guardada em casa. A esposa de Silva presenciou toda a ação dos bandidos e depois do disparo ela teria entregue R$ 6 mil aos assaltantes, que fugiram em um motocicleta.

– Não sabemos ainda como os homens sabiam que havia dinheiro na casa – afirma Clasen.

A polícia investiga o caso como sendo latrocínio (roubo com morte) e ainda não tem suspeitos. A esposa de Silva, que era dono de um pequeno ateliê de calçados, ainda não foi ouvida oficialmente. Muito abalada, ela precisou ser levada ao hospital do município para ser medicada.

Esse é o segundo caso de latrocínio envolvendo empresários de Sapiranga em pouco mais de um mês. Em maio, a proprietária de uma loja de roupas no município foi morta a tiros durante um assalto.

Postar um comentário